A Inconvencionalidade da suspensão de direitos políticos no âmbito da improbidade administrativa

Autores

  • Guilherme Pereira Maciel Serra Universidade Federal de Mato Grosso
  • Aline Trindade do Nascimento Universidade Federal de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2319-0558.v8i1p80-98

Palavras-chave:

Inconvencionalidade, Convenção Americana, Improbidade Administrativa, Direitos políticos, Direitos Humanos

Resumo

A presente pesquisa objetiva analisar a incompatibilidade normativa entre o artigo 23 da Convenção Americana de Direitos Humanos de 1969 (Pacto de São José da Costa Rica) com a Lei de Improbidade Administrativa (Lei nº 8.429/92). A Lei de Improbidade Administrativa estabelece, dentre as sanções, a suspensão dos Direitos Políticos pela prática de ato de improbidade administrativa. Já o Pacto de São José da Costa Rica prevê a possibilidade de regulação do exercício desses direitos por motivo de idade, nacionalidade, residência, idioma, instrução, capacidade civil ou mental, ou condenação, por juiz competente, em processo penal. A partir de tais dispositivos legais, pretende-se investigar a (in)convencionalidade da suspensão de Direitos Políticos em sede de ação de improbidade administrativa. Para tanto, é importante pesquisar sobre o sistema de hierarquia das normas em conflito, analisar a prevalência de uma previsão normativa sobre a outra (principalmente quando da incorporação de tratado internacional que verse sobre direitos humanos), além de dissertar sobre a teoria de controle de convencionalidade trazida pela doutrina no Brasil e suas implicações jurisprudenciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Pereira Maciel Serra, Universidade Federal de Mato Grosso

Discente do Curso de Graduação em Direito da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus
Universitário do Araguaia (UFMT/CUA). Membro do Grupo de Pesquisa de Direito Internacional Público da UFMT. Endereço eletrônico: gpmserra@gmail.com

Aline Trindade do Nascimento, Universidade Federal de Mato Grosso

Professora Assistente da UFMT/CUA. Coordenadora do Núcleo de Práticas Jurídicas da UFMT/CUA.
Mestra em Direito pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Advogada. Endereço eletrônico:
alinehtnascimento@gmail.com

Referências

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 5 de outubro de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm>. Acesso em: 28 out. 2019.

_______. Código Penal. Decreto-lei n. 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del2848.htm>. Acesso: 02 nov. 2019.

_______. Decreto n. 678, de 6 de novembro de 1992. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/d0678.htm>. Acesso em: 27 out. 2019.

CARVALHO, Mateus. Manual de Direito Administrativo. 6. ed. Salvador: Juspodivm, 2019.

CARVALHO, Volgane Oliveira. O caso Castañeda Gutman vs. Estados Unidos Mexicanos e seus reflexos sobre a lei das inelegibilidades (Lei complementar nº 64/1990). In: Estudos Eleitorais. Brasília, DF, v. 9, n. 2, p. 106-122, maio/ago. 2014.

DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 29. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2016.

INTER-AMERICAN COURT OF HUMAN RIGHT. Case of Castañeda Gutman v. Mexico. Data do julgamento: 06 de agosto de 2008. Disponível em:

<http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_184_ing.pdf>. Acesso em: 05 nov. 2019.

___________. Caso dos Trabalhadores Demitidos do Congresso v. Peru. Data do julgamento: 24 de novembro de 2006. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_158_esp.pdf >. Acesso em: 28 out. 2019.

MAZZA, Alexandre. Manual de Direito Administrativo. 2. ed. São Paulo. Editora Saraiva, 2012.

MAZZUOLI, Valerio de Oliveira. Curso de Direito Internacional Público. 9. ed. São Paulo: Ed. Forense, 2018.

_______. Curso de Direitos Humanos. 5. ed. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: MÉTODO, 2018.

MORAES, Alexandre de. Direito Constitucional. 30. Ed. São Paulo. Editora Atlas, 2014.

Downloads

Publicado

2021-01-29

Como Citar

Pereira Maciel Serra, G., & Trindade do Nascimento, A. (2021). A Inconvencionalidade da suspensão de direitos políticos no âmbito da improbidade administrativa. Revista Digital De Direito Administrativo, 8(1), 80-98. https://doi.org/10.11606/issn.2319-0558.v8i1p80-98

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS