DINÂMICA GEOMORFOLÓGICA QUATERNÁRIA DA CIMEIRA ESTRUTURAL PERNAMBUCO-ALAGOAS, PLANALTO DA BORBOREMA

Autores

  • Évio Marcos Lima Universidade Federal de Pernambuco
  • Antonio Carlos de Barros Corrêa Universidade Federal de Pernambuco
  • Drielly Naamma Fonsêca Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v31i0.116542

Palavras-chave:

Geomorfologia do Semiárido, L.O.E., Nordeste do Brasil

Resumo

De muitas formas, o período quaternário é substancialmente singular, as oscilações climáticas registradas neste intervalo deixaram mais registros na paisagem geomorfológica que qualquer outro período geológico. O presente trabalho, teve por objetivo principal compreender como evoluiu a dinâmica geomorfológica quaternária em uma região elevada do Planalto da Borborema, Nordeste do Brasil, na área de trabalho escolhida, situa-se o município de Garanhuns. Para tanto, se lançou mão de técnicas de granulometria e morfoscopia, para identificação dos processos de transporte dos grãos e acomodação dos pacotes sedimentares, aliadas à datação por Luminescência Opticamente Estimulada – LOE – para obtenção das idades desses depósitos e realização de coerente alinhamento temporal. Os resultados obtidos, refletiram transições ambientais para períodos secos na faixa dos 30 mil anos, enquanto o momento de entrada no Holoceno acena para um período de maior umidade nos processos morfodinâmicos. Foi ainda possível perceber que o cruzamento entre a circulação climática local e a constituição topográfica da área facilitam a formação de microambientes de exceção ao contexto regional, além de fomentar o avanço de processos químicos, intercalando processos erosivos. Podendo-se concluir que os métodos aplicados foram eficazes no seu propósito.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-07-24

Como Citar

Lima, Évio M., Corrêa, A. C. de B., & Fonsêca, D. N. (2016). DINÂMICA GEOMORFOLÓGICA QUATERNÁRIA DA CIMEIRA ESTRUTURAL PERNAMBUCO-ALAGOAS, PLANALTO DA BORBOREMA. Revista Do Departamento De Geografia, 31, 142-155. https://doi.org/10.11606/rdg.v31i0.116542

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)