Razões para Morar em Centros Históricos: O Caso de Belém (PA, Brasil)

Autores

  • Marco Aurelio Arbage Lobo Universidade da Amazônia http://orcid.org/0000-0002-3366-4992
  • Helena Lúcia Zagury Tourinho Universidade da Amazônia
  • Sâmia Saady Morhy Universidade da Amazônia

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v32i0.117690

Palavras-chave:

Real Estate Market, Housing, Historic Center

Resumo

Muitos centros históricos de cidades brasileiras experimentam a degradação física dos seus prédios e espaços públicos, algo comumente acompanhado do esvaziamento econômico e populacional.  O Centro Histórico de Belém (CHB) também tem experimentado um declínio físico, mas, ao contrário de outras cidades, vem mantendo forte dinamismo econômico e moderado crescimento populacional. O objetivo deste trabalho é identificar as principais características socioeconômicas dos moradores que procuram CHB para viver e quais as razões mais fortes para morar no local, informação útil para a definição de uma política habitacional destinada a usar imóveis vazios existentes no local. Utilizaram-se dados do censo de 2010 e de entrevistas com 58 responsáveis por domicílios que alugam ou compraram domicílios no local nos últimos cinco anos, selecionados de forma aleatória sistemática. O teste exato multinomial foi usado como teste de significância estatística. Os resultados indicaram que a maioria dos moradores que procuraram moradia no CHB tem nível de instrução média, são de classe média baixa em termos de rendimentos e são profissionais autônomos. Proximidade de locais de trabalho e de compras diárias foram os dois motivos mais citados para viver no local. A maioria dos entrevistados também demonstrou bom nível de satisfação em viver no CHB.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco Aurelio Arbage Lobo, Universidade da Amazônia

Doutor em Desenvolvimento Socioambiental

Docente do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente Urbano, Universidade da Amazônia, Belém(PA)

Helena Lúcia Zagury Tourinho, Universidade da Amazônia

Doutora em Desenvolvimento Urbano

Docente do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente Urbano, Universidade da Amazônia, Belém(PA)

Sâmia Saady Morhy, Universidade da Amazônia

Arquiteta e Urbanista

Tecnóloga em Processamento de Dados

Especialista em Análise de Sistema

Downloads

Publicado

2016-12-27

Como Citar

Lobo, M. A. A., Tourinho, H. L. Z., & Morhy, S. S. (2016). Razões para Morar em Centros Históricos: O Caso de Belém (PA, Brasil). Revista Do Departamento De Geografia, 32, 97-107. https://doi.org/10.11606/rdg.v32i0.117690

Edição

Seção

Artigos