Influência do Sistema de Corte e Queima na Infiltração e Condutividade Hidráulica do Solo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v34i0.128859

Palavras-chave:

Movimento da Água No Solo, Sistemas de Manejo, Física do Solo, Sustentabilidade.

Resumo

Coivara é um dos sistemas agrícolas mais antigos utilizados pelo homem. Os efeitos deste sistema sobre as propriedades físico-hídricas do solo ainda são controversos. Desta forma, este estudo tem por objetivo avaliar a infiltração e a condutividade hidráulica em coivara sob um ciclo de 2 anos de pousio e comparar os parâmetros hidráulicos da agricultura de coivara com outros sistemas de manejo. Este trabalho foi realizado entre os meses de dezembro de 2012 e janeiro de 2013, em três áreas cultivadas com feijão e uma área de floresta. Realizaram-se 18 ensaios de infiltração utilizando-se um infiltrômetro de tensão a disco em cada área, sendo nove sem aplicação de tensão e nove com tensão de cinco centímetros de água. A coivara apresentou taxas de infiltração e condutividade hidráulica elevadas, semelhantes ao plantio mínimo. Conclui-se, que a manutenção da estrutura do solo é essencial para o movimento da água no solo, e foi fundamental para que a coivara e o plantio mínimo apresentassem taxas de infiltração e condutividade hidráulica superiores ao plantio convencional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adalberto Alves Pereira, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

Professor departamento de Geografia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR

Edivaldo Lopes Thomaz, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

Professor departamento de Geografia

Downloads

Publicado

2017-12-22

Como Citar

Pereira, A. A., & Thomaz, E. L. (2017). Influência do Sistema de Corte e Queima na Infiltração e Condutividade Hidráulica do Solo. Revista Do Departamento De Geografia, 34, 1-9. https://doi.org/10.11606/rdg.v34i0.128859

Edição

Seção

Artigos