Condicionantes Morfológicos e Geológicos dos Escorregamentos Rasos na Bacia do Rio Santo Antônio, Caraguatatuba/SP

Autores

  • Helen Cristina Dias Universidade de São Paulo
  • Vivian Cristina Dias Universidade de São Paulo
  • Bianca Carvalho Vieira Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v0ispe.132714

Palavras-chave:

Bacia Hidrográfica, Morfologia, Geologia, Serra do Mar.

Resumo

O objetivo deste artigo foi analisar a influência dos parâmetros morfológicos e geológicos na ocorrência de escorregamentos na bacia hidrográfica do Santo Antônio, intensamente afetada por escorregamentos e corridas de detritos durante o verão de 1966/1967. Para a confecção dos mapas morfológicos e geológicos, foram utilizados respectivamente, um Modelo Digital de Elevação (MDE) obtido do sistema LiDAR, e o mapa geológico digitalizado em escala 1:50.000. A partir disso, foi realizada uma análise integrada dos parâmetros em conjunto com as cicatrizes de escorregamentos, mapeadas a partir de fotografias aéreas e ortofotos de 1973. Os resultados mostraram que os parâmetros indicaram maior suscetibilidade a escorregamentos nas encostas côncavas com inclinação > 30°. Desta maneira, foi possível verificar as classes preferenciais para ocorrência de escorregamentos na bacia do Santo Antônio, sendo este um fator essencial para futuros mapeamentos de áreas de risco no município.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helen Cristina Dias, Universidade de São Paulo

Mestranda no Programa de Pós - Graduação em Geografia Física da Universidade de São Paulo, possui graduação no curso de Bacharelado em Geografia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas e no curso de Licenciatura Plena em Geografia pela Faculdade de Educação, ambas na Universidade de São Paulo. Realizou estágio no Instituto Geográfico e Cartográfico do Estado de São Paulo (IGC-SP). Foi bolsista de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), com o projeto Caracterização morfológica e geológica de bacias hidrográficas: contribuição para estudos de escorregamentos no município de Caraguatatuba.Tem interesse na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física.

Vivian Cristina Dias, Universidade de São Paulo

Mestranda em Ciências (Programa de Pós-graduação em Geografia Física) na Universidade de São Paulo. Graduada no curso de Bacharelado em Geografia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (2009-2014) e no curso de Licenciatura Plena em Geografia (2012-2014) pela Faculdade de Educação, ambas na Universidade de São Paulo. Realizou estágio na Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano de São Paulo (EMPLASA) e no Instituto Geológico do Estado de São Paulo (IG). Foi bolsista de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), com o projeto "Análise da influência dos parâmetros morfológicos e morfométricos na geração de corridas de detritos em Caraguatatuba (SP)". Tem interesse na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física.

Bianca Carvalho Vieira, Universidade de São Paulo

Possui Bacharelado e Licenciatura em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mestrado e Doutorado na área de Organização e Gestão Ambiental pelo Programa de Pós Graduação em Geografia da UFRJ. Atualmente é professora Doutora do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo. É responsável pelas disciplinas Geomorfologia I e Geomorfologia II na Graduação e "Movimentos de Massa: conceitos, fatores condicionantes e métodos de previsão? no Programa de Pós-Graduação em Geografia Física. Foi membro da Diretoria da União da Geomorfologia Brasileira entre 2004 e 2012 e do Comitê Executivo da International Association of Geomorphologists (IAG) entre 2009 e 2013. Recebeu em 2009 o prêmio Jean Tricart do Grupo Francês de Geomorfologia durante a 7th International Conference on Geomorphology. Atualmente é Chair do Geomorphological Hazards Working Group da IAG

Downloads

Publicado

2017-06-27

Como Citar

Dias, H. C., Dias, V. C., & Vieira, B. C. (2017). Condicionantes Morfológicos e Geológicos dos Escorregamentos Rasos na Bacia do Rio Santo Antônio, Caraguatatuba/SP. Revista Do Departamento De Geografia, (spe), 157-163. https://doi.org/10.11606/rdg.v0ispe.132714

Edição

Seção

Artigos