Ilhas de calor urbano em Montes Claros – MG

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v40i0.163718

Palavras-chave:

Temperatura, NDBI, NDVI, Sensoriamento remoto

Resumo

O objetivo desse trabalho é analisar a distribuição espacial das Ilhas de Calor na Cidade de Montes Claros – MG. A escolha dessa área se justifica pelo crescimento populacional e a expansão urbana que a mesma vem passando nos últimos anos. Para execução desse trabalho, dotou do uso de técnicas de sensoriamento remoto para modelagem térmica e índices de comprimentos de onda. Foram utilizados os produtos orbitais dos satélites Landsat 5 e 8 (sensores TM e OLI/TIRS, respectivamente) referentes às datas: 28/08/1985 e 18/09/2016. Os resultados mostraram que a distribuição espacial das Ilhas de Calor está relacionada as alterações na ocupação e uso do solo urbano, variando em escala espaço-temporal, apresentando intensificação nas regiões centrais para as anomalias positivas, e nas bordas apresentam aumento das distribuições de anomalias negativas, sendo essas correlatas ao incremento de áreas verdes em condomínios de alto padrão.  A elevada de temperatura de superfície possui relação proporcional com o NDBI e inversamente com o NDVI, considerando as características da cobertura do solo. Esse estudo se mostra como instrumento de planejamento urbano, sobretudo considerando os aspectos de uso e ocupação do solo para com efeitos no âmbito meteorológico e climatológico, haja vista que estes elementos são essenciais para o bem estar humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBOSA, A. H. da S.; CARVALHO, R. G.; CAMACHO, R. G. V. Aplicação do NDVI para a Análise da Distribuição Espacial da Cobertura Vegetal na Região Serrana de Martins e Portalegre–Estado do Rio Grande do Norte. Revista do Departamento de Geografia, v. 33, p. 128-143, 2017. https://doi.org/10.11606/rdg.v33i0.128171

BARBOSA, R. V. R.; VECCHIA, F. A. S. Estudos de ilha de calor urbana por meio de imagens do Landsat 7 ETM+: estudo de caso em São Carlos (SP). Revista Minerva, v. 6, n. 3, p. 273-278, 2009.

BARROS, H. R.; LOMBARDO, M. A. A ilha de calor urbana e o uso e cobertura do solo no município de São Paulo-SP. GEOUSP: Espaço e Tempo (Online), v. 20, n. 1, p. 160-177, 2016. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2016.97783

BRASIL, Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil. Disponível em: <http://www.atlasbrasil.org.br/>. 2010.

CODEMIG, COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS. Mapa Geológico de Minas Gerais. Disponível em: <http://www.portalgeologia.com.br/index.php/mapa/>. 2019.

COELHO, A. L. N.; CORREA, W. de S. C.; NASCIMENTO, F. H. Uso de produtos de sensoriamento remoto para a classificação e análise de temperaturas de superfície no município de Vila Velha/ES (Brasil). GeoFocus. Revista Internacional de Ciencia y Tecnología de la Información Geográfica, v. 1, n. 13, p. 61-76, 2013.

COMITRE, F.; ANDRADE. Crescimento Populacional e Contradições no Espaço Urbano. Uma Análise Da Expansão Periférica Na Cidade Média De Sorocaba-Sp. In: II Simpósio de Cidades Médias e Pequenas da Bahia, 2011, Vitória da Conquista. Anais... Vitória da Conquista: UESB, 2011. v. 1. p. 1-15.

CORRÊA, P. B.; CORRÊA, J. A. de J.; ANDRADE, Silvia C. de P. Análise da temperatura de superfície da área urbana de Santarém através de imagens termais do Landsat 5. Revista Geonorte, v. 2, n. 4, p. 714-722, 2012.

CORRÊA, P. Batista; CANDIDO, L. A.; SOUZA, R. A. F.; ANDREOLI, R. V.; KAYANO, M. T. Estudo do Fenômeno da Ilha de Calor na Cidade de Manaus/AM: Um Estudo a Partir de Dados de Sensoriamento Remoto, Modelagem e Estações Meteorológicas. Revista Brasileira de Meteorologia, v. 31, n. 2, p. 167-176, 2016. http://dx.doi.org/10.1590/0102-778631220150012

FRANÇA, I. S.; ALMEIDA, M. I. S.; SILVA, F. G. Cidades médias, fluxos aéreos: o papel regional de Montes Claros/MG. Caderno Prudentino de Geografia, v. 1, n. 37, p. 62-71, 2015.

GOMES, W.; AMORIM, M.; DUBREUIL, V. Modelagem da Ilha de Calor Urbana Aplicada ao Ambiente Litorâneo - Ubatuba/Brasil. Revista do Departamento de Geografia, v. 34, p. 82-94, 22 dez. 2017.

https://doi.org/10.11606/rdg.v34i0.133193

GOMES, L. C. F.; SANTOS, C. A. C.; HERMES, A. A. Balanço de Energia à Superfície para a Cidade de Patos-PB Usando Técnicas de Sensoriamento Remoto. Revista Brasileira de Geografia Física. v.6, n.1, p.15-28, 2013. https://doi.org/10.11606/rdg.v34i0.133193

GOMES, P. S.; LAMBERTS, R. O estudo do clima urbano e legislação urbanística: considerações a partir do caso Montes Claros–MG. Ambiente Construído, v. 9, n. 1, p. 73-91, 2009.

GUHA, S.; HIMANSHU, G.; DEY A.; GILL, N. Analytical study of land surface temperature with NDVI and NDBI using Landsat 8 OLI and TIRS data in Florence and Naples city, Italy. European Journal of Remote Sensing, v. 51, n. 1, p. 667-678, 2018. https://doi.org/10.1080/22797254.2018.1474494

HUETE, A.R., DIDAN, K., MIURA, T., RODRIGUEZ, E. P.; GAO, X.; FERREIRA, L.G. Overview of the radiometric and biophysical performance of the MODIS vegetation indices. Remote Sensing of Environment, v. 83, n. 1, p. 195-213, 2012. https://doi.org/10.1016/S0034-4257(02)00096-2

IBGE, INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/>. 2010.

LEIZ; OPPENHEIMER, M.; ZHU, Q.; BALDWIN, J. W.; EBI K. L.; BOU-ZEID, E.; XU, L. et al. Interactions between urban heat islands and heat waves. Environmental research letters, v. 13, n. 3, p. 034003, 2018.

LEITE, M. E.; BATISTA, R. P.; CLEMENTE, C. M. S. Segregação espontânea na cidade de Montes Claros/MG: Uma análise auxiliada pelo Sensoriamento Remoto. Geoambiente On-line, n. 15, p. 01-25, 2010. https://doi.org/10.5216/revgeoamb.v0i15.26012

LEITE, M. E.; BRITO, J. L. S. Sensoriamento Remoto e SIG na identificação de áreas propensas à formação de favelas: o caso de Montes Claros (MG). Boletim Goiano de Geografia, v. 32, n. 2, p. 159-175, 2012.

LEITE, M. E.; BRITO, J. L. Sensoriamento remoto aplicado ao mapeamento do uso do solo urbano e de assentamentos ilegais em Montes Claros/MG. Geosul, v. 26, n. 52, p. 99-128, 2011. https://doi.org/10.5007/2177-5230.2011v26n52p99

LEITE, M. E.; PEREIRA, A. M.; NOBRE, B. A.; MARTIN, A. S. Monitoramento da dinâmica no uso do solo urbano de Montes Claros. Caminhos de Geografia, v. 15, n. 51 p. 172–180, 2014.

LEITE, M. R. Sensoriamento remoto aplicado na análise temporal da relação uso da terra/temperatura e albedo de superfície na bacia do Rio Vieira no norte de Minas Gerais. Uberlândia, MG. 2011. Dissertação (Mestrado em Geografia). Uberlândia: UFU, 2011.

LEITE, M. R.; BRITO, J. L. S. Avaliação de desempenho do algoritmo SEBAL na modelagem térmica da bacia do rio Vieira no norte de Minas Gerais. Revista Brasileira de Cartografia, n. 64, v.5, p. 161-174, 2013.

LOBATO, R.; MENEZES. J.; LIMA, L. A.; SAPIENZA, J. A. Índice de vegetação por diferença normalizada para análise da redução da mata atlântica na região costeira do distrito de Tamoios–Cabo Frio/RJ. Caderno de Estudos Geoambientais-CADEGEO, v.01, n.01, p.14-22, 2010.

MARQUES, J. M.; GRAÇA, H.; EGGENKAMP, H. G. M.; NEVES, O.; CARREIRA, P. M.; MATIAS M. J.; MAYER, B.; NUNES, D.; TRANCOSO, V.N. Isotopic and hydrochemical data as indicators of recharge areas, flow paths and water–rock interaction in the Caldas da Rainha–Quinta das Janelas thermomineral carbonate rock aquifer (Central Portugal). Journal of hydrology, v. 476, p. 302-313, 2013. https://doi.org/10.1016/j.jhydrol.2012.10.047

MILLS, G. Luke Howard and the climate of London. Weather, v. 63, n. 6, p. 153-157, 2008.

MOHTADI, M.; LÜCKGE, A.; STEINKE, S.; GROENEVELD, J.; HEBBELN, D.; WESTPHAL, N. Late Pleistocene surface and thermocline conditions of the eastern tropical Indian Ocean. Quaternary Science Reviews, v. 29, n. 7, p. 887-896, 2010. https://doi.org/10.1016/j.quascirev.2009.12.006

NEVES, G., GALLARDO, N., FELÍCIO, R., MACEDO, S., & VECCHIA, F. Variação da temperatura de superfície em diferentes usos do solo na cidade de São Carlos-SP. GOT, Revista de Geografia e Ordenamento do Território, n. 13, p. 315-336, 2018. http://dx.doi.org/10.17127/got/2018.13.014

OLTRA-CARRIÓ. R.; SOBRINO, J.A.; SÒRIA. G.; BIANCHI, R.; PAGANINI, M. et al. Impact of spatial resolution and satellite overpass time on evaluation of the surface urban heat island effects. Remote Sensing of Environment, v. 117, p. 50-56, 2012. https://doi.org/10.1016/j.rse.2011.04.042

PEREIRA, B. R.; MEES, M. B.; LEITE, M. R.; FILHO, R.M. Análise da gestão ocupacional em Montes Claros–MG: Impactos do uso do solo e suas consequências na temperatura de superfície. Revista Cerrados, v. 15, n. 1, p. 285-311, 2017.

ROUSE JR, J. W. et al. Monitoring vegetation systems in the great Plains with Erts, vol. 351. NASA Special Publication, v.351, p. 309, 1974.

SAKUNO, N. R. R.; KAWAKUBO, F. S.; SPALEVIC, V.; MINCATO, R. L. Mapeamento de superfícies impermeáveis em áreas urbanas utilizando imagens índices geradas pelo sistema Landsat-5 Thematic Mapper. Revista do Departamento de Geografia, n. spe, p. 190-198, 2017. https://doi.org/10.11606/rdg.v0ispe.132729

SANTOS, R. G.; PRATA-SHIMOMURA, A. R.; CORREIA, E.; FRANCO, M. A. R.; LOPES, A. S. Morfologia Urbana e Corredores de Ventilação como subsídio à Resiliência Urbana. Revista LABVERDE, v. 8, n. 2, p. 12-37, 2017. https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v8i2p12-37

SOLTANI, A.; SHARIFI, E. Daily variation of urban heat island effect and its correlations to urban greenery: A case study of Adelaide. Frontiers of Architectural Research, v. 6, n. 4, p. 529-538, 2017. https://doi.org/10.1016/j.foar.2017.08.001

SOUSA, L. S.; TRAVASSOS, L. Problemas ambientais urbanos: desafios para a elaboração de políticas públicas integradas. Cadernos Metrópole. n. 19, p.27-47, 2008.

TEIXEIRA, D. C. F.; AMORIM, M. C. D. C. T. Ilhas de calor: representações espaciais de cidades de pequeno porte por meio de modelagem. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), v. 21, n. 1, p. 239-256, 2017. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2017.113406

TRINDADE, E. P.; HINNIG, M. P. F.; COSTA, E. M.; MARQUES, J. S.; BASTOS, R.C.; YIGITCANLAR, T. Sustainable development of smart cities: A systematic review of the literature. Journal of Open Innovation: Technology, Market, and Complexity, v. 3, n. 3, p. 11, 2017. https://doi.org/10.1186/s40852-017-0063-2

TUCKER, C. J. Red and photographic infrared linear combinations for monitoring vegetation. Remote sensing of Environment, v. 8, n. 2, p. 127-150, 1979. https://doi.org/10.1016/0034-4257(79)90013-0

USGS - GEOLOGICAL SURVEY UNITED STATES. Explorer Earth. Disponível em: <https://earthexplorer.usgs.gov/>. 2019.

WOO, S.; LITZIUS, K.; KRÜGER B.; IM, M.; CARETTA, L.; RICHTER, K.; MANN, M.; KRONE, A.; REEVE, R. M.; WEIGAND, M.; AGRAWAL, P.; LEMESH I.; MAWASS, M.A.; FISCHER, P.; KLÄUI, M.; BEACH, G. S. D. Observation of room-temperature magnetic skyrmions and their current-driven dynamics in ultrathin metallic ferromagnets. Nature materials, v. 15, n. 5, p. 501, 2016. https://doi.org/10.1038/nmat4593

YANG, Li; QIAN F.; SONG, D.; ZHENG, K. Research on urban heat-island effect. Procedia Engineering, v. 169, p. 11-18, 2016. https://doi.org/10.1016/j.proeng.2016.10.002

ZHA, Y.; GAO, J.; NI, S. Use of normalized difference built-up index in automatically mapping urban areas from TM imagery. International journal of remote sensing, v. 24, n. 3, p. 583-594, 2003. https://doi.org/10.1080/01431160304987

Downloads

Publicado

2020-12-24

Como Citar

Almeida, M. I. S. de, Silva, L. A. P. da ., Leite, M. E., Laurentino, C. M. de M. ., Marques, S. C. S., & Leite, M. R. (2020). Ilhas de calor urbano em Montes Claros – MG. Revista Do Departamento De Geografia, 40, 120-131. https://doi.org/10.11606/rdg.v40i0.163718

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)