Salinização dos Solos e Práticas Agrícolas na Comunidade Quilombola de Cupira em Santa Maria da Boa Vista, Pernambuco – Nordeste do Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/eISSN.2236-2878.rdg.2021.174478

Palavras-chave:

Semiárido, Agricultura irrigada, Manejo, Acúmulo de sais, Solos salinos

Resumo

O processo de salinização dos solos é definido como o acúmulo de íons solúveis nas camadas agricultáveis acarretando perda de fertilidade e produtividade, sendo responsável pela degradação de milhares de hectares de solos nas regiões secas do ecúmeno terrestre, proporcionando perdas econômicas e socioambientais. O presente artigo tem como objetivo analisar a relação entre o manejo adotado na comunidade Quilombola de Cupira (Pernambuco – Brasil) com o processo de salinização dos solos locais. Para realização deste estudo foram aplicados 14 formulários direcionados a agricultores com intuito de coletar informações sobre as práticas agrícolas adotadas. Além disso, foram coletadas amostras de solos em cada propriedade dos entrevistados para realização de análises químicas para aferição da presença de sais. Os resultados indicam que 71,42% das amostras apresentam problemas de salinização, sendo 57,14% classificadas como solos salino-sódicos, 7,14% sódicos, 7,14% salinos e 28,57% normais. Os fatores que se destacam como incisivos no processo de salinização das terras analisadas são: as práticas de irrigação; uso de fertilizantes e pesticidas; e a falta de orientações quanto ao manejo adequado às características dos solos locais. O manejo aplicado na comunidade Quilombola de Cupira vem auxiliando no desenvolvimento do processo de salinização dos solos, sendo consequência da falta de políticas públicas de apoio ao agricultor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGUIAR NETTO, A. O.; GOMES, C. C. S.; LINS, C. C. V.; BARROS, A. C.; CAMPECHE, L. F. S.M.; BLANCO, F. F. Características químicas e salino-sodicidade dos solos do Perímetro Irrigado Califórnia, SE, Brasil. Ciência Rural, Santa Maria, v. 37, n. 6, p.1640-1645, 2007.

BELTRÃO, B. A.; MASCARENHAS, J. C.; MIRANDA, J. L. F.; SOUZA JUNIOR, L. C.; GALVÃO, M. J.T.G.; PEREIRA, S. N. Projeto cadastro de fontes de abastecimento por água subterrânea. Diagnóstico do município de Petrolina, estado de Pernambuco. Recife: CPRM/PRODEEM, 2005.

BOHN, H.; McNEAL, B. L.; O’CONNOR, G. A. Salt-afected soils. In: Soil Chemistry. New York, Willey Interscience Publication, 1985. p. 234-261.

CASTRO, F. C.; ARAÚJO, J. F.; SANTOS, A. M. Susceptibility to soil salinization in the quilombola community of Cupira - Santa Maria da Boa Vista - Pernambuco – Brazil. CATENA, v.179, p.175-183, 2019. https://doi.org/10.1016/j.catena.2019.04.005.

CHU, S.; ZHANG, D.; WANG, D.; ZHI, Y.; ZHOU, P. Heterologous expression and biochemical characterization ofassimilatory nitrate and nitrite reductase reveals adaption andpotential of Bacillus megaterium NCT-2 in secondary salinization soil. International Journal of Biological Macromolecules, v.101, p.1019-1028, 2017. https://doi.org/10.1016/j.ijbiomac.2017.04.009.

DALIAKOPOULOS, I. N.; TSANIS, I. K.; KOUTROULIS, A.; KOURGIALAS, N. N.; VAROUCHAKIS, A. E.; KARATZAS, G. P.; RITSEMA, C. J. The threat of soil salinity: A European scale review. Science of the Total Environment, v.573, p.727–739, 2016. https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2016.08.177.

EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Seleção do Sistema de Irrigação. 1.ed. Lagoas: EMBRAPA, 2001. 18p.

EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Manual de métodos de análises de solo. 2ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA, 2011. 230p.

FENG, G.; ZHANG, Z.; WAN, C.; LU, P.; BAKOUR, A. Effects of saline water irrigation on soil salinity and yield of summer maize (Zea mays L.) in subsurface drainage system. Agricultural Water Management, v.193, p.205–213, 2017. https://doi.org/10.1016/j.agwat.2017.07.026 .

FERREIRA, P.; SILVA, J., B., L.; RUIZ, H., A. Aspectos físicos e químicos de solos em regiões áridas e semiáridas. In: GHEYI, H. R.; DIAS, N. S.; LACERDA, C. F. (Orgs.) Manejo da salinidade na agricultura: estudos básicos e aplicados. Fortaleza: INCTSal, 2010, p. 22-41.

FILIZOLA, H. F.; GOMES, M. A. F.; SOUZA, M. D. Manual de procedimentos de coleta de amostras em áreas agrícolas para análise da qualidade ambiental: solo, água e sedimentos. EMBRAPA: Jaguariúna, 2006. 169p.

FREIRE, M.B.G.S.; MIRANDA, M.F.A.; OLIVEIRA, E.E.M.; SILVA, L.E.; PESSOA, L.G.M.; ALMEIDA, B.G. Agrupamento de solos quanto à salinidade no Perímetro Irrigado de Custódia em função do tempo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.18, p.86–91, 2014.

FEITOSA, H. O.; LACERDA, C. F.; ARAÚJO, I. C. S.; FERREIRA, F. J.; CARVALHO, C. M.; MARINHO, A. B. Chemical Soil Attributes in a Rotating System under Salinity and Nitrogen Trials. Journal of Experimental Agriculture International, v.21, p. 1-11, 2018. https://doi.org/10.9734/JEAI/2018/39321.

FREIRE, M. B. G. S.; FREIRE, F. J.; PESSOA, L. G. M.; SOUZA, E. R.; GHEYI, H. R. Salt Affected Soils in the Brazilian Semiarid and hytoremediation as a Reclamation Alternative. In: TALEISNIK, E.; LAVADO, R. S. (Orgs.) Saline and Alkaline Soils in Latin America. Springer, 2020, p.119-139. https://doi.org/10.1007/978-3-030-52592-7_6.

GONÇALVES, M. C.; MARTINS, J. C.; RAMOS, T. B. A salinização do solo em Portugal. Causas, extensão e soluções. Revista de Ciências Agrárias, p.574-586, 2015. https://doi.org/10. 19084/RCA15140 .

GKIOUGKIS, I.; KALLIORAS, A.; PLIAKAS, F.; PECHTELIDIS, A.; DIAMANTIS, V.; DIAMANTIS, I.; ZIOGAS, A.; DAFNIS, I. Assessment of soil salinization at the eastern Nestos River Delta, N.E. Greece. CATENA, v. 128, p. 238–251, 2015. https://doi.org/10.1016/j.catena.2014.06.024 .

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. IBGE Cidades. Disponível <http://www.ibge.gov.br/home/>. Acesso em: 30 de dezembro de 2017.

LEPSCH, I. F. 19 lições de Pedologia. Oficina de textos: São Paulo, 2011.

LIMA, V. L. A.; FARIAS, M. S. S.; JÚNIOR BORGES, J. C. F. Drenagem agrícola no manejo dos solos afetados por sais. In: GHEYI, H. R.; DIAS, N. S.; LACERDA, C. F. (Orgs.) Manejo da salinidade na agricultura: estudos básicos e aplicados. Fortaleza: INCTSal, 2010, p. 370-382.

MARRENJO, G. J.; PÁDUA, E. J.; SILVA, C. A.; SOARES, P. C.; ZINN, Y. L. Impactos do cultivo por longo tempo de arroz inundado em Gleissolos. Pesquisa agropecuária brasileira, v.51, n.8, p.967-977, 2016.

MATOS, A. T.; ALMEIDA NETO, O. B.; MATOS, M. P. Saturação do complexo de troca de solos oxídicos com sódio. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.18, n.5, p.501-506, 2014.

MEDEIROS, J. F.; NASCIMENTO, L. B.; GHEYI, H. R. Manejo do solo-água-planta em áreas afetadas por sais. In: GHEYI, H. R.; DIAS, N. S.; LACERDA, C. F. (Orgs.) Manejo da salinidade na agricultura: estudos básicos e aplicados. Fortaleza: INCTSal, 2010, p.280-302.

MOREIRA, L. C. J.; TEIXEIRA, A. S. T.; GALVÃO, L. S.; Laboratory Salinization of Brazilian Alluvial Soils and the Spectral Effects of Gypsum. Remote Sensing, v.6, p.2647-2663, 2014. https://doi.org/10.3390/rs6042647.

MOTA, L. H. S. O.; GOMES, A. S.; VALLADARES, G. S.; MAGALHÃES, R. M. F.; LEITE, H. M. F.; SILVA, T. A. Risco de salinização das terras do baixo Acaraú (CE). Revista Brasileira Ciência Solo, v.36, p. 1203-1209, 2012.

PAN, C.; LIU, C.; ZHAO, H.; WANG, Y. Changes of soil physico-chemical properties and enzyme activities in relation to grassland salinization. European Journal of Soil Biology, v. 55, p.13-19, 2013. https://doi.org/10.1016/j.ejsobi.2012.09.009 .

PEDROTTI, A.; CHAGAS, R. M.; RAMOS, V. C.; PRATA, A. P. N.; LUCAS, A. A.T.; SANTOS, P. B. Causas e consequências do processo de salinização dos solos. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental Santa Maria, v.19, n. 2, p. 1308-1324, 2015. https://doi.org/105902/2236117016544.

PENG, J.; JI, W.; MA, Z.; LI, S.; CHEN, S.; ZHOU, L.; SHI, Z. Predicting total dissolved salts and soluble ion concentrations in agricultural soils using portable visible near-infrared and mid-infrared Spectrometers. Biosystems engineering, v.152, p.94 - 103, 2016. https://doi.org/10.1016/j.biosystemseng.2016.04.015 .

RAJPUT, V. D.; MINKINA, T.; YANING, C.; SUSHKOVA, S.; CHAPLIGIN, V. A.; MANDZHIEVA, S. A review on salinity adaptation mechanism and characteristics of Populus euphratica, a boon for arid ecosystems. Acta Ecologica Sinica, v.36, p.497–503, 2016. https://doi.org/10.1016/j.chnaes.2016.08.001 .

RESENDE, R. S.; AMORIM, J. R. A.; CRUZ, M. A. S.; MENESES, T. N. Distribuição espacial e lixiviação natural de sais em solos do Perímetro Irrigado Califórnia, em Sergipe. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.18, (Suplemento), p.46–S52, 2014.

RICHARDS, L. A. Diagnosis and improvement of saline and alkali soils. Washington: US Department of Agriculture, 1954.

RIBEIRO, M. R. Origem e classificação dos solos afetados por sais. In: GHEYI, H. R.; DIAS, N. S.; LACERDA, C. F. (Orgs.) Manejo da salinidade na agricultura: estudos básicos e aplicados. Fortaleza: INCTSal, 2010, p.12-19.

RODRÍGUEZ-LIÉBANA, J. A.; MINGORANCE, M. D.; PEÑA, A. Thiacloprid adsorption and leaching in soil: Effect of the composition of irrigation solutions. Science of the Total Environment, v. 610-611, p.367–376, 2018. https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2017.08.028 .

QUEIROZ, J. E.; GONÇALVES, A. C. A.; SOUTO, J. S.; FOLEGATTI, M. V. Avaliação e monitoramento da salinidade do solo. In: GHEYI, H. R.; DIAS, N. S.; LACERDA, C. F. (Orgs.) Manejo da salinidade na agricultura: estudos básicos e aplicados. Fortaleza: INCTSal, 2010, p.63-82.

SHEN, W.; NI, Y.; GAO, N.; BIAN, B.; ZHENG, S.; LIN, X.; CHU, H. Bacterial community composition is shaped by soil secondary salinization and acidification brought on by high nitrogen fertilization rates. Applied Soil Ecology, v.108, p.76-83, 2016. https://doi.org/10.1016/j.apsoil.2016.08.005 .

SILVA, P. F.; LIMA, C. J. G. S.; BARROS, A. C.; SILVA, E. M.; DUARTE, S. N. Sais fertilizantes e manejo da fertirrigação na produção de tomateiro cultivado em ambiente protegido. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.17, n.11, p.1173-1180, 2013.

SILVA, A. O. A fertirrigação e o processo de salinização de solos em ambiente protegido. Nativa, v.2, n.3, p.180-186, 2014.

SILVA, A. K. O.; SILVA, H. P. B. O processo de desertificação e seus impactos sobre os recursos naturais e sociais no município de Cabrobó – Pernambuco – Brasil. PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP, v.8, n.1, p. 203-215, 2015.

TESTEZLAF, R. Irrigação: métodos, sistemas e aplicações. Campinas: Unicamp/FEAGRI, 2017, 215p.

USSL STAFF. United States Salinity Laboratory. Diagnosis and improvement of saline and alkali soils. Washington: U.S. Department of Agriculture, 1954.

VASCONCELOS, M. C. C. A. Salinização do solo em áreas irrigadas: Aspectos físicos e químicos. ACSA – Agropecuária Científica no Semi-Árido, v.10, n. 1, p. 20-25, 2014.

VASCONCELOS, R.R.A.; BARROS, M.F.C.; SILVA, E.F.F.; GRACIANO, E.S.A.; FONTENELE, A.J.P.B.; SILVA, N.M.L. Características físicas de solos salino-sódicos do semiárido pernambucano em função de diferentes níveis de gesso. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.17, p.12, 1318–1325, 2013.

Downloads

Publicado

2021-06-16

Como Citar

Castro, F. C., Santos, A. M. dos, & Araújo, J. F. (2021). Salinização dos Solos e Práticas Agrícolas na Comunidade Quilombola de Cupira em Santa Maria da Boa Vista, Pernambuco – Nordeste do Brasil. Revista Do Departamento De Geografia, 41(1), e174478 . https://doi.org/10.11606/eISSN.2236-2878.rdg.2021.174478

Edição

Seção

Artigos