ESPELEOCLIMA E MANEJO DE CAVERNAS: ESTADO-DA-ARTE

Autores

  • Heros Augusto Santos Lobo

DOI:

https://doi.org/10.7154/RDG.2012.0023.0002

Palavras-chave:

Atmosfera Subterrânea, Caverna, Manejo Espeleológico, Microclima, Espeleoclima.

Resumo

O presente artigo apresenta uma revisão teórica sobre os estudos dos sistemas atmosféricos em cavernas, com enfoque na apresentação de suas principais características e sua relação com o manejo espeleológico. São abordados aspectos inerentes ao comportamento habitual da temperatura, umidade relativa do ar, concentração de gás carbônico e radônio e dos fluxos de energia. As considerações finais ressaltam a necessidade de estudos espeleoclimáticos de longo prazo em cavernas brasileiras, tanto focados em questões de manejo quanto no conhecimento básico de seus padrões de variabilidade atmosférica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heros Augusto Santos Lobo

Doutor em Geociências e Meio Ambiente (UNESP). Mestre em Geografia (UFMS). Especialista em Gestão e Manejo Ambiental em Sistemas Florestais (UFLA). Bacharel em Turismo (UAM).

Publicado

2012-07-18

Como Citar

Lobo, H. A. S. (2012). ESPELEOCLIMA E MANEJO DE CAVERNAS: ESTADO-DA-ARTE. Revista Do Departamento De Geografia, 23, 27-54. https://doi.org/10.7154/RDG.2012.0023.0002

Edição

Seção

Artigos