RISCOS AO PATRIMÔNIO MUNDIAL MOTOR DE DESENVOLVIMENTO: DESÍGNIOS À CULTURA E À NATUREZA

Autores

  • Everaldo Batista Costa
  • Valdir Adilson Steinke

DOI:

https://doi.org/10.7154/RDG.2013.0025.0011

Palavras-chave:

Riscos ao Patrimônio Mundial, Declaração de Paris, Turismo Sustentável.

Resumo

O desenvolvimento territorial, em diferentes escalas, congrega novos paradigmas científico-tecnológicos submissos a instâncias político-econômicas específicas. Logo, para além da crítica à mercantilização da cultura e da natureza patrimonializadas, urge desvendar as vias possíveis ao desenvolvimento local em consonância às ações de gestão do território. Então, com o objetivo de indagar a ideia do patrimônio como motor de desenvolvimento ante o panorama da gestão, da conservação e dos riscos ao Patrimônio Mundial da UNESCO, este estudo apresenta as nuanças do discurso universal que reproduz o patrimônio global e localmente. Para tanto, recorremos à Declaração de Paris e ao Programa sobre o Patrimônio Mundial e o Turismo Sustentável, que propõem a participação e a implementação de ações ditas sustentáveis para o desenvolvimento de territórios da cultura e da natureza no mundo, com enfoque para a segunda década do século XXI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Everaldo Batista Costa

Professor Adjunto do Depto. de Geografia da Universidade de Brasília (DG/UnB). Geógrafo e doutor em Geografia Humana pela USP.

Valdir Adilson Steinke

Professor Adjunto do Depto. de Geografia da Universidade de Brasília (DG/UnB). Geógrafo e doutor em Ecologia pela UnB.

Downloads

Publicado

2013-07-31

Como Citar

Costa, E. B., & Steinke, V. A. (2013). RISCOS AO PATRIMÔNIO MUNDIAL MOTOR DE DESENVOLVIMENTO: DESÍGNIOS À CULTURA E À NATUREZA. Revista Do Departamento De Geografia, 25, 200-230. https://doi.org/10.7154/RDG.2013.0025.0011

Edição

Seção

Artigos