ANÁLISE DA ATUAÇÃO DO PROGRAMA ESTADUAL DE MICROBACIAS EM SÃO PAULO EM SUAS DUAS FASES (I E II)

Autores

  • Carlos de Castro Neves Neto Universidade Estadual Paulista J. M. Filho
  • Evandro César Clemente Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v27i0.476

Palavras-chave:

Programa de Microbacias, política pública, meio ambiente e organização rural.

Resumo

O artigo tem como foco principal a análise das duas fases de implementação do Programa de Microbacias no Estado de São Paulo. O referido programa em sua primeira fase (2000-2008) ofereceu mudas para o plantio de mata ciliar, cercas para o isolamento das áreas de preservação permanentes, máquina de plantio direto, contratação de horas-máquina para a implantação de terraceamento e de curvas de nível. Somado aos benefícios individuais, o PEMH também teve como objetivo fortalecer as organizações rurais, com a doação de kit de informática, roçadeira, distribuidor de calcário etc. Com o fim do Programa de Microbacias em 2008, foi lançada a sua segunda fase, configurando uma nova política pública estadual, o Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado (2010-2015). O principal objetivo deste projeto é fortalecer as cadeias produtivas e os produtores rurais que estão inseridos numa organização coletiva. No artigo discutiremos as mudanças que ocorreram nesse novo projeto, que tem como foco principal a competitividade dos produtos da agricultura familiar, e não mais o meio ambiente, como era na edição anterior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos de Castro Neves Neto, Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

Mestre e Doutor em Geografia pela FCT/UNESP. Tem experiência na área de Geografia, atuando principalmente nos seguintes temas: programas de microbacias hidrográficas, meio ambiente e agricultura e políticas públicas de desenvolvimento rural. Atualmente, é bolsista do Pós-Doutorado da CAPES no curso de Geografia da FCT/UNESP.

Evandro César Clemente, Universidade Federal de Goiás

Possui bacharelado, licenciatura, mestrado e Doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Membro do GEDRA (Grupo de Estudos Dinâmica Regional e Agricultura) e professor dos cursos de Graduação e Pós-Graduação da Universidade Federal de Goiás, campus de Jatai (UFG-CAJ). Tem experiência na área de Geografia Humana e Agrária, atuando principalmente nos seguintes temas: efeitos sócio-espaciais dos sistemas agroindustriais, associativismo, políticas públicas, dinâmica regional, sustentabilidade sócio-ambiental na agricultura, desenvolvimento territorial e ensino de Geografia.

Downloads

Publicado

2014-07-10

Como Citar

Neves Neto, C. de C., & Clemente, E. C. (2014). ANÁLISE DA ATUAÇÃO DO PROGRAMA ESTADUAL DE MICROBACIAS EM SÃO PAULO EM SUAS DUAS FASES (I E II). Revista Do Departamento De Geografia, 27, 147-169. https://doi.org/10.11606/rdg.v27i0.476

Edição

Seção

Artigos