CARACTERÍSTICAS DO CLIMA URBANO EM PRESIDENTE PRUDENTE/SP A PARTIR DE DADOS DE TEMPERATURA E UMIDADE RELATIVA DO AR E TÉCNICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO

Autores

  • Renata dos Santos Cardoso Universidade Estadual Paulista J. M. Filho
  • Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v28i0.494

Palavras-chave:

Clima urbano, temperatura, umidade relativa do ar, Landsat 7, temperatura da superfície, Presidente Prudente.

Resumo

O processo de urbanização modifica o clima local, pois as formas materiais presentes na cidade, bem como as atividades que nela se desenvolvem, provocam alterações nos elementos do clima como a temperatura, umidade relativa do ar, direção e velocidade do vento. Destes, a temperatura tem se destacado nos estudos sobre o clima urbano, pois as características da área urbana promovem seu aumento tanto no ar quanto nos alvos da superfície. Nesse sentido, este estudo teve como objetivo identificar as alterações térmicas intraurbanas e suas magnitudes, relacionando-as com os tipos de uso e ocupação da superfície do solo no município de Presidente Prudente-SP. Para tanto, realizaram-se análises das diferenças térmicas e higrométricas entre o urbano e o rural, em um mês representativo do verão (fevereiro), e a verificação da temperatura da superfície através do sensoriamento remoto no infravermelho termal. Os resultados apresentaram que os tipos de tempo, assim como as características da superfície foram responsáveis pelas maiores ou menores diferenças entre a área urbana e a rural, o que demonstra a importância de se adequar o planejamento urbano às características do ambiente local.           

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-02-02

Como Citar

Cardoso, R. dos S., & Amorim, M. C. de C. T. (2015). CARACTERÍSTICAS DO CLIMA URBANO EM PRESIDENTE PRUDENTE/SP A PARTIR DE DADOS DE TEMPERATURA E UMIDADE RELATIVA DO AR E TÉCNICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO. Revista Do Departamento De Geografia, 28, 39-64. https://doi.org/10.11606/rdg.v28i0.494

Edição

Seção

Artigos