A METRÓPOLE SOB A PERSPECTIVA DA ALIENAÇÃO E DA APROPRIAÇÃO DE ESPAÇOS: INCURSÕES PELO CENTRO ANTIGO DE SÃO PAULO

Autores

  • Ulysses Cunha Baggio Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v28i0.524

Palavras-chave:

alienação socioespacial, apropriação de espaços, vida cotidiana, centro antigo de São Paulo

Resumo

O artigo se propõe a uma análise da metrópole sob a perspectiva da alienação e da apropriação de espaços, tomando-se como referência empírica a cidade de São Paulo e, mais especificamente, o seu centro antigo.  Destacam-se ações e práticas sociais que sugerem contrapontos à mortificação do espaço, sinalizando a apropriações possíveis. Nota do artigo: Esse artigo, com modificações, é produto de minha pesquisa de pós-doutorado, intitulada “Territorializações intersticiais da apropriação de espaços na metrópole paulistana: utopias urbanas do desejo libertário”, realizada junto ao Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana da Universidade de São Paulo, entre março de 2012 e fevereiro de 2013, sob a supervisão da profa. Dra. Amélia Luisa Damiani

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ulysses Cunha Baggio, Universidade Federal de Viçosa

Professor Adjunto do Departamento de Geografia da UFV Doutor em Geografia Humana pela USPPós-doutorado junto ao Programa de Pós-graduação em Geografia Humana da USP (mar 2012-fev 2013)

Downloads

Publicado

2015-02-02

Como Citar

Baggio, U. C. (2015). A METRÓPOLE SOB A PERSPECTIVA DA ALIENAÇÃO E DA APROPRIAÇÃO DE ESPAÇOS: INCURSÕES PELO CENTRO ANTIGO DE SÃO PAULO. Revista Do Departamento De Geografia, 28, 157-179. https://doi.org/10.11606/rdg.v28i0.524

Edição

Seção

Artigos