OS CAMPOS GERAIS DO PARANÁ E A CONTRIBUIÇÃO DA GEOMORFOLOGIA CLIMÁTICA

Autores

  • Tiago Damas Martins Universidade Federal do Paraná
  • Bianca Carvalho Vieira Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.11606/rdg.v28i0.543

Palavras-chave:

Campos Gerais, Geomorfologia Climática, Paisagem Reliquiar.

Resumo

No Brasil, especificamente na região dos Campos Gerais, no estado do Paraná, a ampliação das descrições das paisagens dadas por naturalistas e viajantes, ainda no século XIX, trouxe questionamentos quanto à ocorrência de vegetações distintas, como campos e cerrados, entremeadas em florestas úmidas nas zonas planálticas. Desta forma, este trabalho tem como objetivo central descrever as principais pesquisas sobre a origem da paisagem dos Campos Gerais do Paraná com base, sobretudo, nos preceitos da Geomorfologia Climática. Reinhard Maack foi um dos primeiros pesquisadores que identificou evidências geomorfológicas referentes às mudanças climáticas durante o Quaternário especialmente neste estado. Destacam-se na paisagem dos Campos Gerais, que se estendem por 19 mil km², características geológicas e geomorfológicas peculiares, abrigando grupos vegetacionais que remontam ao Pleistoceno. A beleza cênica da paisagem tem sido utilizada no desenvolvimento de projetos turísticos, em função, tanto do seu patrimônio natural, quanto pelo seu valor cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-02-02

Como Citar

Martins, T. D., & Vieira, B. C. (2015). OS CAMPOS GERAIS DO PARANÁ E A CONTRIBUIÇÃO DA GEOMORFOLOGIA CLIMÁTICA. Revista Do Departamento De Geografia, 28, 221-236. https://doi.org/10.11606/rdg.v28i0.543

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>