Um olhar crítico à descentralização de serviços públicos de saúde em atenção hospitalar

Autores

  • Fabrícia Helena Linhares Coelho da Silva Pereira Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Direito. Fortaleza/CE, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9044.v20i3p247-239

Palavras-chave:

Descentralização, Rede Hospitalar, Sistema Único de Saúde

Resumo

Este trabalho objetiva identificar o panorama de contratação do setor privado sem fins lucrativos pelo Sistema Único de Saúde para realização de serviços de saúde de média e alta complexidade em atenção hospitalar, e a relação desse panorama com a diretriz de descentralização do sistema, que deve garantir atendimentos dos grandes centros urbanos às zonas onde os serviços públicos são mais escassos. Questiona-se se a contratação expandida de serviços hospitalares privados representa um afastamento das direções nacional e estadual da execução dos serviços de saúde a partir da municipalização generalizada. A metodologia de pesquisa é exploratória e descritiva, com base bibliográfica na literatura dos direitos Sanitário e Administrativo. A partir da análise dos gastos públicos com serviços hospitalares,nos últimos cinco anos, identifica-se que as entidades sem fins lucrativos tiveram mais investimento em produção hospitalar do que as esferas da administração pública direta e indireta de todos os entes. A título de contribuição para a busca de soluções para o problema, conclui-se que a menor participação da gestão nacional do  SUS na prestação de serviços de saúde acarreta maior compra de serviços da iniciativa privada pelos entes, descumprindo a determinação constitucional de complementariedade da participação do setor privado no SUS. Ademais, a prestação de serviços hospitalares nesses moldes promove a falta de equilíbrio na alocação de leitos hospitalares, comprometendo a igualdade de condições no acesso às ações e aos serviços de saúde, objetivo da descentralização, e o adequado funcionamento do sistema.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabrícia Helena Linhares Coelho da Silva Pereira, Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Direito. Fortaleza/CE, Brasil

Master in Law from the Postgraduate Program in Law at the Universidade Federal do Ceará (UFC); specialization in Applied Law to the Public Prosecution Service (ESMPU). Member of the Research Group “Public Services and Conditions of Effectiveness”. Servant at the Federal Public Prosecutor’s Office in Ceará. 

Referências

AITH, Fernando Mussa Abujamra. A saúde como direito de todos e dever do Estado: o papel dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário na efetivação do direito à saúde no Brasil. In: AITH, Fernando et al. (Orgs.) Direito sanitário: saúde e direito, um diálogo possível. Belo Horizonte: ESP-MG, 2010. p. 73-105.

AITH, Fernando Mussa Abujamra. Teoria geral do direito sanitário brasileiro. 2006. Tese (Doutorado em Saúde Pública) – Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, 2006.

BERCOVICI, Gilberto. Desigualdades regionais, Estado e Constituição. São Paulo: Max Limonad, 2003.

COSTA, Nilson do Rosário. Austeridade, predominância privada e falha de governo na saúde. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 4, p. 1065-1074, abr. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232017002401065&lng=en&nrm=iso. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232017224.28192016.

DALLARI, Sueli Gandolfi; NUNES JÚNIOR, Vidal Serrano. Direito sanitário. São Paulo: Editora Verbatim, 2010.

GRAU, Nuria Cunill. O que tem acontecido com o público nos últimos trinta anos? Balanços e perspectivas. Trad. José Geraldo Leandro Gontijo e Telma Menicucci. In: GONTIJO, José Geraldo Leandro et al. Gestão e políticas públicas no cenário contemporâneo. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2016. p. 325-355.

KUSCHNIR, Rosana et al. Configuração da rede regionalizada e hierarquizada de atenção à saúde no âmbito do SUS. In: OLIVEIRA, Roberta Gondim de; GRABOIS, Victor; MENDES JUNIOR, Walter Vieira (Orgs.) Qualificação de gestores do SUS. Rio de Janeiro: EAD/Ensp, 2009. p. 125-157.

LIMA, Luciana Dias de. Federalismo fiscal e financiamento descentralizado do SUS: balanço de uma década expandida. Trab. educ. saúde, Rio de Janeiro, v. 6, n. 3, p. 573-598, 2008. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-77462008000300010&lng=pt&nrm=iso. http://dx.doi.org/10.1590/S1981-77462008000300010.

LISTER, Jonh. Perguntas equivocadas, respostas equivocadas. In: LISTER, Jonh et al. ¿Por nuestra salud? La privatización de los servicios sanitarios. Madrid: Traficantes de Sueños, 2010.

MINISTÉRIO DA SAÚDE – MS. Plano Nacional de Saúde: PNS 2016-2019. Brasília-DF: 2016. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/plano_nacional_saude_2016_2019_30032015_final.pdf.

MINISTÉRIO DA SAÚDE - MS. Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS). DATASUS. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sih/cnv/qgbr.def. Acesso em: 21 nov. 2018.

OCKE-REIS, Carlos Octávio. Os problemas de gestão do SUS decorrem também da crise crônica de financiamento? Trab. educ. saúde, Rio de Janeiro, v. 6, n. 3, p. 613-622, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-77462008000300012&lng=en&nrm=iso. http://dx.doi.org/10.1590/S1981-77462008000300012.

RAMALHO, Guilherme. Brasil perde 34 mil leitos hospitalares do SUS em oito anos: a diminuição significou queda de 10% no total de leitos entre 2010 e 2018. As informações são do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde. 2018. G1, 09 maio 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/brasil-perde-34-mil-leitos-hospitalares-do-sus-em-oito-anos.ghtml. Acesso em: 11 maio 2018.

REIS, Ademar Arthur Chioro dos et al. Reflexões para a construção de uma regionalização viva. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 4, p. 1045-1054, abr. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232017002401045&lng=en&nrm=iso. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232017224.26552016.

RIBEIRO, José Mendes; MOREIRA, Marcelo Rasga; OUVERNEY, Assis Mafort; SILVA, Cosme Marcelo Furtado Passos da. Políticas de saúde e lacunas federativas no Brasil: uma análise da capacidade regional de provisão de serviços. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 4, p. 1031-1044, abr. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232017002401031&lng=en&nrm=iso. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232017224.03732017.

SANTOS, Ricart César Coelho dos. Financiamento da saúde pública no Brasil. Belo Horizonte: Fórum, 2016.

SIQUEIRA, Cláudia Aguiar. O município e a saúde: reflexões sobre as balizas impostas pelo ordenamento jurídico vigente para a atuação do poder público local. Revista de Direito Sanitário, São Paulo, v. 4, n. 1, p. 41-49, mar. 2003. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rdisan/article/view/82416/85402.

SOUZA, Jorge Munhós de. Diálogo institucional e direito à saúde. Salvador: Editora Jus Podivm, 2013.

UM AJUSTE justo: análise da eficiência e equidade do gasto público no Brasil. Brasil: revisão das despesas públicas. Brasília-DF: Grupo Banco Mundial, 2017. 156 p. Relatório elaborado por uma equipe do Banco Mundial chefiada por Antonio Nucifora (Economista-Chefe para o Brasil, Banco Mundial). Disponível em: http://documents.worldbank.org/curated/en/884871511196609355/pdf/121480-REVISED-PORTUGUESE-Brazil-Public-Expenditure-Review-Overview-Portuguese-Final-revised.pdf. Acesso em: 14 dez. 2017.

VASCONCELOS, Cipriano Maia de; PASCHE, Dário Frederico. O Sistema Único de Saúde. In: CAMPOS, Gastão Wagner de Sousa et al. Tratado de saúde coletiva. São Paulo: Hucitec, 2006. p. 531-562.

VIEIRA, Fabiola Sulpino; BENEVIDES, Rodrigo Pucci de Sá. Os impactos do novo regime fiscal para o financiamento do Sistema Único de Saúde e para a efetivação do direito à saúde no Brasil. Brasília-DF: Ipea, 2016. (Nota Técnica; n. 28). Disponível em: http://ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/nota_tecnica/160920_nt_28_disoc.pdf. Acesso em: 04 jun. 2018.

Publicado

2020-12-20

Como Citar

Pereira, F. H. L. C. da S. (2020). Um olhar crítico à descentralização de serviços públicos de saúde em atenção hospitalar. Revista De Direito Sanitário, 20(3), 247-239. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9044.v20i3p247-239

Edição

Seção

Artigos Originais