[1]
D. Wang, “ Reserva do possível, mínimo existencial e direito à saúde: algumas aproximações” , R. Dir. sanit., vol. 10, nº 1, p. 308-318, jul. 2009.