Economía urbana y dispersión metropolitana: el rol de las cadenas de supermercado en la producción del espacio metropolitano en Belém (Pará, Brasil)

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.14201/reb202181685100

Palabras clave:

Amazonia, región metropolitana de Belém, economía urbana

Resumen

En el contexto de la dispersión de la Región Metropolitana de Belém, el presente trabajo analiza la actuación de uno de los agentes productores de espacio urbano con mayor influencia en la economía urbana de la metrópolis: las cadenas de supermercados minoristas. La investigación se centra en la lógica de actuación del grupo “líder” y su relación con la tendencia a la dispersión del tejido metropolitano, encabezado por la ciudad Belém. Se parte de la premisa de la emergencia de los grupos de supermercados minoristas como manifestación de una economía metropolitana organizada en torno al sector terciario moderno, especialmente al comercio y los servicios. La metodología de este trabajo abarca tres momentos: revisión bibliográfica, revisión documental, observaciones sistemáticas de campo y producción cartográfica de los procesos observados y datos estadísticos obtenidos.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Tiago Veloso dos Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará Brasil

Doctor en Desarrollo Sostenible por el Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará (NAEA, UFPA, Brasil). Docente del Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA, Brasil).

Citas

Anderson, S. D. (1991). Engenhos na várzea: uma análise do declínio de um sistema de produção tradicional na Amazônia. In P. Léna, & A. E. Oliveira. Amazônia: a fronteira agrícola 20 anos depois (pp. 101-121). Belém: Museu Emílio Goeldi. Recuperado de [http://repositorio.museu-goeldi.br:8080/jspui/handle/mgoeldi/397].

Browder, J. O., & Godfrey, B. J. (2006). Cidades da floresta: urbanização, desenvolvimento e globalização na Amazônia brasileira. Manaus: Editora da Universidade do Estado do Amazonas.

Codem. (1978). Análise das funções metropolitanas. Belém: Companhia de Desenvolvimento da Área Metropolitana de Belém.

Conexão Belém do Pará [Conexão Belém do Pará]. (22 de agosto de 2017). Entrevista com Oscar Rodrigues, “Papo no Tucupi”. Recuperado de [https://www.youtube.com/watch?v=53TUSE45iNg].

Conselho Nacional De Economia (1962). Exposição geral da situação econômica do Brasil. Brasília: Conselho Nacional de Economia.

Corrêa, R. L. (1989). O espaço urbano. São Paulo: Ática.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). (2010). Informações dos Censos demográficos brasileiros: 1950, 1960, 1970, 1980, 1991, 2000, 2010. Brasília. Recuperado de [https://seriesestatisticas.ibge.gov.br/].

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). (2015). Governança metropolitana no Brasil. caracterização e quadros de análise comparativa da governança metropolitana no Brasil. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Recuperado de [https://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=26587&Itemid=1].

Ipeadata. (2019). Sistema de dados. Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada 2019. Recuperado de [http://www.ipeadata.gov.br/Default.aspx].

Lefébvre, H. (1991) O direito à cidade. São Paulo: Contexto.

Lencioni, S. (2008). Concentração e centralização das atividades urbanas: uma perspectiva multiescalar. reflexões a partir do caso de São Paulo. Revista de Geografia Norte Grande, nº 39, 07-20.

Moreira, E. (1989). Belém e sua expressão geográfica. Pará. Obras reunidas de Eidorfe Moreira. Belém: Cejup.

Mourão, L. (2017). Memórias da Indústria paraense. XII Congresso Brasileiro de História Econômica & XIII Conferência Internacional de História das Empresas (1-27).

Pará. (2012). Diretrizes de ordenamento territorial da Região Metropolitana de Belém. Belém: Governo do Estado do Pará.

Revista Exame. (2015). Recuperado de [https://exame.abril.com.br/negocios/as-50-maiores-varejistas-do-brasil-em-faturamento-em-2015/]. Consultado em [24-03-2020].

Queiróz dos Santos, F. (2019). Produção do espaço e expansão urbana na Região Metropolitana de Belém: a chegada do empreendimento Líder no conjunto Cidade Nova em Ananindeua. Monografia de conclusão de curso, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Belém, Pará, Brasil.

Santos, C. S. (2017). Informalidade do trabalho na Metrópole periférica: estudo crítico na economia brasileira e sua evolução na RMB entre as décadas de 1990 e 2010. Monografia de conclusão de curso, Universidade Federal do Pará, Belém, Pará, Brasil.

Santos, M. (2004). O espaço dividido: os dois circuitos da economia urbana nos países subdesenvolvidos. São Paulo: Edusp.

Santos, M., & Silveira. M. L. (2001). O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. São Paulo: Record.

Santos, T. V. (2017). Metropolização regional e suburbanização condominial: aspectos da dinâmica da dispersão urbana na Região Metropolitana de Belém. Boletim Campineiro de Geografia, 7(1) 91-116.

Trindade Júnior, S. C. C. (1997). Produção do espaço e uso do solo urbano em Belém. Belém: Editora da Universidade Federal do Pará.

Trindade Júnior, S. C. C. (1998). A cidade dispersa: os novos espaços de assentamentos em Belém e a reestruturação metropolitana. Tese de doutorado, Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.

Trindade Júnior, S. C. C. (2000). A natureza da urbanização na Amazônia e sua expressão metropolitana. Revista Geografares, 1(1). 117-130.

Trindade Júnior, S. C. C. (2006). Assentamentos urbanos e metropolização na Amazônia brasileira: o caso de Belém. Revista GEOUSP, Espaço & Tempo, 2(2). 39-52.

Trindade Júnior, S. C. C., & Leite, G. C. S. (2019). Metrópole e economia urbana na Amazônia: Olhando Belém na perspectiva da Teoria dos Circuitos. Revista e-metropolis, 36(10), 9-18.

Tupiassu, A., & Santos, R. (1967). Introdução ao Estudo Sociológico e Econômico do Estado do Pará. Belém: Governo do Estado do Pará.

Vicentini, Y. (2004). Cidade e história na Amazônia. Curitiba: UFPR.

Descargas

Publicado

2021-08-24

Cómo citar

Santos, T. V. dos. (2021). Economía urbana y dispersión metropolitana: el rol de las cadenas de supermercado en la producción del espacio metropolitano en Belém (Pará, Brasil). Revista De Estudios Brasileños, 8(16), 85-100. https://doi.org/10.14201/reb202181685100

Número

Sección

Sección General