VARIÁVEIS DA ANÁLISE FUNDAMENTALISTA E DINÂMICA E O RETORNO ACIONÁRIO DE EMPRESAS BRASILEIRAS ENTRE 2007 E 2014

  • Tanira Lessa Malta Faculdade IBMEC de Minas Gerais (IBMEC-MG), Belo Horizonte, MG, Brasil
  • Marcos Antônio Camargos Faculdade IBMEC de Minas Gerais (IBMEC-MG), Belo Horizonte, MG, Brasil

Abstract

Apesar da existência de extenso arcabouço teórico e de evidências empíricas sobre a relação entre informações e indicadores extraídos das demonstrações contábeis e do retorno das ações, ainda não existe um consenso, tanto na literatura nacional quanto internacional, sobre quais seriam os indicadores com poder de predição, úteis para investidores no planejamento de estratégias de investimento. O objetivo deste estudo é identificar variáveis da análise fundamentalista e dinâmica que explicam o retorno acionário de companhias brasileiras listadas na BM&FBovespa.

Foram analisados dados trimestrais em painel com efeitos fixos do primeiro trimestre de 2007 (2007:1) até o quarto trimestre de 2014 (2014:4), de uma amostra de 46 ações ordinárias e 21 ações preferenciais de empresas não financeiras do IBrX100. Foram encontradas oito variáveis com poder de explicação do retorno acionário, todas da análise fundamentalista: participação do capital de terceiros (PCT), margem bruta (MB), retorno sobre ativos (ROA), sobre patrimônio líquido (ROE) e sobre o investimento (ROI), liquidez no mercado (INEG), lucro por ação (LPA) e market-to-book ratio (MBR). O presente estudo contribui para a análise do papel de indicadores econômico-financeiros na predição do retorno acionário.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2016-09-20
How to Cite
Malta, T., & Camargos, M. A. (2016). VARIÁVEIS DA ANÁLISE FUNDAMENTALISTA E DINÂMICA E O RETORNO ACIONÁRIO DE EMPRESAS BRASILEIRAS ENTRE 2007 E 2014. REGE Revista De Gestão, 23(1), 52-62. https://doi.org/10.1016/j.rege.2015.09.001
Section
Finanças