TEORIAS INSTITUCIONAIS APLICADAS AOS ESTUDOS DE SISTEMAS AGROINDUSTRIAIS NO CONTEXTO DO AGRONEGÓCIO CAFÉ: UMA ANÁLISE CONCEITUAL

  • Geraldo Magela Jardim Barra Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil
  • Marcelo Bronzo Ladeira Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil

Abstract

Neste artigo, os clássicos das teorias institucionais serão revisitados, será sistematizada uma análise conceitual a ser aplicada aos estudos de sistemas agroindustriais (SAGs) no contexto do agronegócio café. Com base na análise das teorias institucionais, foi feita a contextualização histórica do ambiente institucional do sistema agroindustrial do café no Brasil, enfatizaram-se as ações coletivas da Federação dos Cafeicultores do Cerrado (FCC). A partir dessa contextualização, demonstrou-se que a nova economia institucional pela vertente da economia dos custos de transação produz uma análise das estratégias desses sistemas produtivos consistente do ponto de vista conceitual e que a nova sociologia institucional apresenta abordagens diferentes noutra perspectiva. Propõe-se a conjugação dos clássicos da nova sociologia econômica aos clássicos sociológicos da teoria do capital social como uma possibilidade para o enriquecimento teórico da discussão desse tema. Foi proposto um quadro comparativo para a aplicabilidade das teorias institucionais para o estudo dos SAGs. Por fim, um conjunto de pontos para reflexões e questões norteadoras para estudos posteriores foi apresentado.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2016-09-21
How to Cite
Barra, G. M., & Ladeira, M. (2016). TEORIAS INSTITUCIONAIS APLICADAS AOS ESTUDOS DE SISTEMAS AGROINDUSTRIAIS NO CONTEXTO DO AGRONEGÓCIO CAFÉ: UMA ANÁLISE CONCEITUAL. REGE Revista De Gestão, 23(2), 159-171. https://doi.org/10.1016/j.rege.2015.12.005
Section
Administração Rural e Agroindustrial