RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE: MAPEAMENTO DE PROCESSO E GESTÃO DE CUSTOS COMO ESTRATÉGIAS PARA SUSTENTABILIDADE EM UM CENTRO CIRÚRGICO

  • Danielly Negrão Guassú Nogueira Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo
  • Valeria Castilho Faculdade de Enfermagem da Universidade São Paulo

Abstract

Os objetivos deste estudo foram mapear e validar os subprocessos do manejo de Resíduos de Servic¸os de Saúde (RSS) no Centro Cirúrgico (CC) e calcular o custo dos materiais. Trata-se de uma pesquisa exploratória descritiva, de abordagem quantitativa na modalidade de estudo de caso. O local foi o CC do Hospital Universitário da Universidade São Paulo. Considerando o número de cirurgias feitas nos últimos quatro anos, calculou-se a amostra probabilística estratificada, que foi de 1.120 cirurgias. Os resíduos foram pesados por 82 dias. Para mensurac¸ão do custo descreveram-se os subprocesso dos RSS, identificaram-se os executores, desenharam-se os fluxogramas, levantaram-se a quantidade e os custos diretos e indiretos do material. A média de gerac¸ão de resíduos por cirurgia foi de 3,72 kg. Conclui-se que a melhor forma de orc¸ar esse servic¸o seria o custo total médio por cirurgia, que seria a somatória do custo total da Sala de Operac¸ão (SO) e das parcelas dos demais pontos de gerac¸ão pela razão da amostra da pesquisa (n = 1120), que seria de R$ 8,641, R$ 5,526 da SO, R$ 0,531 da REC, R$ 0,485 dos resíduos comuns reciclados e R$ 2,099 dos comuns não reciclados da Área de Apoio. O custo de um quilo foi: Grupo A (R$ 1,10), Grupo B (R$ 5,70), Grupo D Reciclado (R$ 0,96), Grupo D Não Reciclado (R$ 1,01) e Grupo E (R$ 3,23). Conclui-se que o modelo de mensurac¸ão dos custos, que seria a descric¸ão, o mapeamento e a validac¸ão dos processos de gerenciamento de RSS, que deu origem aos subprocessos, A, B, D e E, que são os grupos de RSS da legislac¸ão, pode ser reproduzido em outros servic¸os com, as adaptac¸ões e os melhoramentos necessários. Se mantivermos os processos mapeados, a projec¸ão anual de gerac¸ão será de 36.066,63 kg, com um custo anual de R$ 43.087,27 e médio de R$ 118,04 por dia.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2017-03-30
How to Cite
Nogueira, D., & Castilho, V. (2017). RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE: MAPEAMENTO DE PROCESSO E GESTÃO DE CUSTOS COMO ESTRATÉGIAS PARA SUSTENTABILIDADE EM UM CENTRO CIRÚRGICO. REGE Revista De Gestão, 23(4), 362-374. Retrieved from https://www.revistas.usp.br/rege/article/view/129044
Section
Outras Áreas