PERDA MÁXIMA ACEITÁVEL PARA INVESTIMENTO DE RISCO EM COMMODITY BRASILEIRA

  • Israel José dos Santos Felipe Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, MG
  • Guillermo Badía Fraile Universidad de Zaragoza, Zaragoza

Abstract

O presente trabalho teve como objetivo simular a perda máxima aceitável para o risco de investimento em uma das principais commodities agrícolas do Brasil, o trigo. Para o cumprimento de tal objetivo, o estudo usou a modelagem de séries temporais com processos autorregressivos de médias móveis (Arma), heterocedasticidade condicional (Garch) e valor em risco (V@R), aplicados sobre uma série histórica de preços do ativo num intervalo de dez anos. O banco de dados investigado foi coletado no site do Cepea/Esalq/USP e a motivação para escolha dessa série histórica se deu em função da importância produtiva e econômica do Estado do Paraná para todo o Brasil, porque é o maior produtor e comerciante da commodity. Os resultados discutidos neste paper revelam que a um nível de significância estatística de 1%, o produtor de trigo admite uma perda de R$ 228,40 sobre o investimento feito e, a 5%, R$ 174,19. Em geral, essas informações sugerem que a cada tonelada de trigo vendida, o produtor pode perder em seu investimento até R$ 228,40. Estas e outras informações abordadas na pesquisa podem servir de ferramentas estratégicas de apoio para o processo decisório de investimento em commodities. A dinâmica dos preços expressa pela volatilidade do mercado pode revelar algum padrão de comportamento do ativo, o que pode ser útil para a formação de políticas hedge, nas quais vários produtores assumem o risco do investimento efetivado, minorando assim o impacto do mesmo sobre os produtores.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2017-12-11
How to Cite
dos Santos Felipe, I. J., & Badía Fraile, G. (2017). PERDA MÁXIMA ACEITÁVEL PARA INVESTIMENTO DE RISCO EM COMMODITY BRASILEIRA. REGE Revista De Gestão, 24(3), 224-234. Retrieved from https://www.revistas.usp.br/rege/article/view/135002
Section
Finanças