Portal da USP Portal da USP Portal da USP

SESSÃO ESPECIAL - FAST TRACK SEMEAD: TEM AÇÃO NESSA PESQUISA? UM LEVANTAMENTO DA PESQUISA-AÇÃO COMO ESTRATÉGIA DE PESQUISA QUALITATIVA

José Glauber Cavalcante dos Santos, Thalita Silva Calíope, José de Paula Barros Neto

Resumo


Os métodos qualitativos vêm sendo cada vez mais usados como estratégia de investigação. Como uma estratégia qualitativa, a pesquisa-ação naturalmente detém suas origens similares àquele polo metodológico. Todavia, a pesquisa-ação tem identidade demarcada pela ruptura com modelos pré-concebidos, tanto no campo de estudos quantitativos, quanto no âmbito das investigações qualitativas. Este trabalho teve como objetivo descrevere discutir os principais aspectos referentes à consecução da pesquisa-ação como estratégia de pesquisa nas áreas da administração e contabilidade no Brasil. Traçou-se um panorama que revela desde a origem da pesquisa-ação, passando pelos seus propósitos, limitações, planejamento e aplicação, inclusive o diálogo junto a outros “métodos” qualitativos. No estudo foi identificado que a pesquisa-ação, apesar de colocada como uma estratégia central dos estudos, não necessariamente teve sua aplicação, o que sinalizaria o desconhecimento ou má aplicação dessa estratégia no campo de estudo. Muito embora existam algumas características marcantes da pesquisa-ação, como a necessidade de envolvimento do pesquisador na resolução de um problema e com os demais participantes do projeto, ou a implantação e a manutenção de uma mudança, ainda há controvérsia sobre o que de fato é pesquisa-ação, inclusive acerca de sua aplicação.


Palavras-chave


Pesquisa-ação; Métodos qualitativos; Estratégia de pesquisa.

Texto completo:

PDF

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.