As concepções evolutivas de Darwin sobre a expressão das emoções no homem e nos animais

Autores

  • Fernando Moreno Castilho Centro Universitário Anhanguera. Departamento de Ciências Biológicas
  • Lilian Al-Chueyr Pereira Martins Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto. Departamento de Biologia

DOI:

https://doi.org/10.7594/revbio.09.02.03

Palavras-chave:

História da Evolução, Charles Darwin, expressão das emoções no homem e animais.

Resumo

O trabalho mais conhecido de Charles Darwin é o Origem das espécies (1859). No entanto, nesta obra ele não lidou com o homem. Ele fez isso em duas outras obras: The descent of man (1871) e The expression of emotions in man and animals (1872). O objetivo deste artigo é discutir algumas concepções evolutivas presentes nessas duas obras bem como alguns de seus antecedentes. Este estudo levou à conclusão de que embora Darwin considerasse a seleção natural como um importante meio de modificação em relação à expressão das emoções no homem e nos animais, enfatizou o papel da herança de caracteres adquiridos pelo uso e desuso em relação a este assunto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-04-23

Como Citar

Castilho, F. M., & Martins, L. A.-C. P. (2018). As concepções evolutivas de Darwin sobre a expressão das emoções no homem e nos animais. Revista Da Biologia, 9(2), 12-15. https://doi.org/10.7594/revbio.09.02.03