Bipedalismo: solução para carregar crias, correlacionada com a redução de pelos

Autores

  • Lia Q. Amaral Universidade de São Paulo. Instituto de Física. Departamento de Física Aplicada

DOI:

https://doi.org/10.7594/revbio.11.01.04

Palavras-chave:

Bipedalismo, Pelos, Carregar crias, Reprodução.

Resumo

Apresento o conteúdo de três artigos científicos meus, em que discuto o bipedalismo como consequência da necessidade de carregar com segurança as crias, correlacionado à diminuição de pelos do corpo na nossa linhagem evolutiva. Focalizo a forma como os primatas carregam suas crias, a pilosidade em primatas, propriedades mecânicas dos pelos de primatas e condições de equilíbrio para o transporte seguro das crias. Discuto o ambiente em que a evolução inicial ocorreu, as correlações entre bipedalismo e reprodução, e a proposta que tenho para dar uma explicação ao mistério de nossa origem, em termos de probabilidade de sobrevivência e da divergência com relação aos demais primatas. A conclusão menciona um retorno a Darwin, integrando o conhecimento acumulado no último século

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-04-23