Bizâncio e a primeira Cruzada

Autores

  • Eurípedes Simões de Paula

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.1961.121539

Palavras-chave:

Cruzadas, Império Bizantino, Império Romano

Resumo

Temos o hábito, ao estudarmos as Cruzadas, de só exami-narmos o assunto do ponto de vista ocidental, tal como os acon-tecimentos foram descritos pelos cronistas franceses, italianos, alemães, etc. Mas geralmente desconhecemos a impressão que causaram aos habitantes do Império Bizantino — o antigo Im-pério Romano do Oriente — a chegada maciça de grandes exér-citos e dos príncipes ocidentais, principalmente de alguns dêles, com os quais alguns anos antes se tinham empenhado em luta de vida e morte. Referimo-nos aos normandos, que formavam um dos maiores e mais aguerridos contingentes dos cruzados. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1961-09-20

Como Citar

PAULA, E. S. de. Bizâncio e a primeira Cruzada. Revista de História, [S. l.], v. 23, n. 48, p. 351-355, 1961. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.rh.1961.121539. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/121539. Acesso em: 3 mar. 2024.

Edição

Seção

Fatos e Notas