O chanceler imortal

Autores

  • Virgílio Corrêa Filho

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.1962.121721

Palavras-chave:

Rio Branco, chancelaria, diplomacia

Resumo

Decorrido meio século após o emudecimento do Barão do Rio Branco, falecido a 10 de fevereiro de 1912, não se arrefeceu o fervor e veneração com que os seus patrícios lhe cultuam a memória. 

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

1962-12-19

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

CORRÊA FILHO, Virgílio. O chanceler imortal. Revista de História, São Paulo, v. 25, n. 52, p. 405–437, 1962. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.rh.1962.121721. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/121721.. Acesso em: 21 jul. 2024.