Um depoimento francês sobre a Inquisição em Portugal no século XVIII

Autores

  • Vitor Ramos

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.1963.121969

Palavras-chave:

inquisição, Portugal, França

Resumo

Em 1762 foi publicado em Londres um veemente panfleto de ataque à Inquisição escrito em francês por um português exilado, que o Santo Ofício, no ano anterior, queimara em estátua, no último Auto da Fé realizado em Portugal. Trata-se de Le Chevalier d'Oliveyra brulé en effigie comine Hérétique. Comment et pourquoi? (1) obra de Francisco Xavier de Oliveira. Êste autor, cujo afastamento de Portugal, durante 51 anos, constitui o caso de mais longo exílio de escritor lusitano, nunca abdicou da sua nacionalidade, nem da língua materna, nem do interêsse pelos problemas do seu país, e se utilizou o francês na maior parte da sua obra fê-lo por razões estratégi-cas, dada a difusão que esta língua permitia na época aos ideais que pretendia espalhar. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1963-06-29

Edição

Seção

Artigos