Fomento ultramarino e mercantilismo: a Companhia Geral do Grão-Pará e Maranhão (1755-1778) (XIV)

Autores

  • Manuel Nunes Dias

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.1970.129538

Palavras-chave:

mercantilismo, extinção, Grão-Pará

Resumo

SEXTA PARTE. — A EXTINÇÃO DA COMPANHIA.
CAPÍTULO III. — A JUNTA LIQUIDATÁRIA DOS FUNDOS DA COMPANHIA.
Por ser uma obra do marquês de Pombal, a Companhia do Grão Pará e Maranhão não teve vida longa. Viveu pouco, mas vi-veu intensamente tôdas as emoções.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

1970-12-05

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

DIAS, Manuel Nunes. Fomento ultramarino e mercantilismo: a Companhia Geral do Grão-Pará e Maranhão (1755-1778) (XIV). Revista de História, São Paulo, v. 41, n. 84, p. 347–400, 1970. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.rh.1970.129538. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/129538.. Acesso em: 22 jul. 2024.