História e textualização

A historiografia da frente do Niassa (Moçambique) 1964-1974

Palavras-chave: Frente do Niassa, FRELIMO, Luta Armada, Moçambique, Estrada de Mataca.

Resumo

Este artigo versa sobre a luta armada de independência nacional de Moçambique na Frente do Niassa, setor militar cuja importância reside na sua localização na região de fronteira com a Tanzânia e Malawi e no seu desempenho geoestratégico no desenvolvimento da luta. O mesmo aborda a evolução da historiografia sobre esta frente, analisada como processo de textualização e intrinsecamente dialógico entre história vivida, memória coletiva e política. A cronologia da luta armada é respaldada em fontes do arquivo colonial e em depoimentos de antigos guerrilheiros. Ao salientar a devida importância da Frente do Niassa, dirigida pela Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo) – organização nacionalista –, o mesmo situa a sua contribuição no âmbito da descolonização da África Austral nas décadas de 1960 e 1970. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milton Marcial Meque Correia, Universidade Pedagógica (Mocambique)

Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em História Social do Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Professor de História de Moçambique na Universidade Pedagógica, em Moçambique.

Referências

ADAM, Yussuf. Mueda, 1917-1990: Resistência, colonialismo, libertação e desenvolvimento. Arquivo n° 14, Maputo, out. 1993.
ALEXANDRE, José & MENESES, Maria Paula. Moçambique – 16 anos de historiografia: focos, problemas, metodologias, desafios para a década 90. In: PRIMEIRO PAINEL DE HISTORIOGRAFIA, 31 jul. a 3 ago., Maputo. Artigos e depoimentos. Maputo, 1991.
ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos do estado, 3ª edição. Lisboa: Editorial Presença, [1980?].
ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo, 2ª reimpressão. Tradução de Denise Bottman. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.
ANDRADE, Mário Pinto de. As ordens do discurso do “clamor africano”: continuidade e ruptura na ideologia do nacionalismo unitário. Estudos Moçambicanos n. 7, Centro de Estudos Africanos, Universidade Eduardo Mondlane, Maputo, 1990.
ANTT. Pide/DGS. 2ª Divisão de Informação. Gabinete Ultramarino, SC- CI (2), GU, cx. 1 e 2.
BRAGANÇA, Aquino de & DEPELCHIN, Jacques. Da idealização da Frelimo à compreensão da história de Moçambique. Estudos Moçambicanos, n. 5, 6, Centro de Estudos Africanos, Maputo, 1986.
CABAÇO, José Luís. Moçambique: identidade, colonialismo e libertação. São Paulo: Unesp, 2009.
CHATTERJEE, Partha. The nation and its fragments: colonial and postcolonial histories. Princeton, New Jersey: Princeton University Press, 1993.
COELHO, João Paulo Borges. Politics and contemporary history in Mozambique: a set of epistemological notes. Kronos, vol. 39, n. 1, Cape Town, jan. 2013.
CAHEN, Michel. The Mueda case and Maconde political ethnicity: some notes on a work in progress. In: 1ª CONFERÊNCIA ANUAL DA AFRICAN STUDIES ASSOCIATION, 1 de novembro de 1998, Illinois. Artigo. Illinois, 1998.
CORREIA, Milton Marcial Meque. Os Yao e o contexto da luta armada de independência nacional de Moçambique (1964-1974). Tese de doutorado, Departamento de História, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.
FRELIMO. Relatório do Comité Central. In: 3° CONGRESSO DA FRELIMO. O partido e as classes trabalhadoras moçambicanas na edificação da democracia popular. Documentos. Maputo: s/d, p. 18.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. 3, Dar es Salaam, fev. 1964.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. 11, Dar es Salaam, out. 1964.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. [12?], Dar es Salaam, nov. 1964.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. 14, Dar es Salaam, jan. 1965.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. 21, Dar es Salaam, set. 1965.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. 43, Dar es Salaam, abr.-jun. 1970.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. 53, Dar es Salaam, out.-dez. 1972.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. 54, Dar es Salaam, jan.-mar. 1973.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. 57, Dar es Salaam, out.-dez. 1973.
FRELIMO. Frelimo Information Department. Mozambique Revolution, n. 59, Dar es Salaam, abr.-jun. 1974.
FRELIMO. SIMPÓSIO 50 ANOS DA FRELIMO (1962-2012). Fontes para a nossa História. Maputo: Centro de Pesquisa da História da Luta de Libertação Nacional (CPHLLN)/Movimento Editora, 2012.
FRELIMO. TROISIÈME CONGRÉS DU FRELIMO. Programme et statuts. Paris: Librairie Edition L’Harmattan, S/D.
GENTILI, Anna Maria. A subversão no distrito de Cabo Delgado entre 1950 e 1960 segundo as fontes administrativas locais. Arquivo, n. 14, Maputo, out. 1993.
GENTILI, Anna Maria. Prefácio. In: SILVA, Teresa C. e; COELHO, João P. B.; SOUTO, Amélia Neves de. Como fazer ciências sociais e humanas em África: questões epistemológicas, metodológicas, teóricas e políticas. Textos do colóquio em homenagem a Aquino de Bragança. Dakar: Codesria, 2012.
Jornal O País, 25 set. 2010. Maputo. Disponível em: http://opais.sapo.mz/index.php/entrevistas/76-entrevistas/9768-relato-de-uma-guerra-sem-primeiro-tiro.html. Acesso em: 21/8/2017.
MENESES, Filipe R. de & McNAMARA, Robert. The origins of the Exercise Alcora, 1960-71. The International History Review, vol. 35, n. 5, 2013, p. 1113-1114.
MOIANE, José Phahlane. Memórias de um guerrilheiro. 2ª edição. Maputo: King Ngungunhane Institute, 2009.
MONDLANE, Eduardo. Lutar por Moçambique. Lisboa: Livraria Sá da Costa Editora, 1977.
MUTUKWA, Kasuka Simwinji. Imperial dream becomes pan-african reality. Africa Report, jan. 1972. Arquivo Histórico Militar, Lisboa, FO 63/11/Cx. 942/3.
NDEGUE, David Francisco Xadreque. A luta de libertação na frente do Niassa, vol. 1. Maputo: JV Editores, 2009.
NKULUNGUILA, Josefina Daniel. Frente de Cabo Delgado. In: TEMBE, Joel da Neves (coord.). História da luta de libertação nacional, vol. 1. Maputo: Ministério dos Combatentes/Direção Nacional de História. 2014.
Revista Tempo, n. 520, Maputo, 28 set. 1980.
RAIMUNDO, José Alberto. Frente do Niassa. In: TEMBE, Joel da Neves (coord.). História da luta de libertação nacional, vol. 1. Maputo: Ministério dos Combatentes/Direção Nacional de História, 2014.
ROSA, Celso Braga; MENESES, Maria Paula; MARTINS, Bruno Sena. Memórias da guerra colonial: Alianças secretas e mapas imaginados. In: VII CONGRESSO PORTUGUÊS DE SOCIOLOGIA, 19 a 22 de junho de 2012. Anais. Universidade do Porto, Faculdade de Letras, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação. Acesso em: 27 de outubro de 2016.
SOUTO, Amélia Neves de. Memory and identity in the history of Frelimo: some research themes. Kronos, vol. 39, n. 1, Cape Town, jan. 2013.
VIEIRA, Sérgio. Participei, por isso testemunho. 2ª edição. Maputo: Ndjira, 2011.
ZIZEK, Slavoj. O espectro da ideologia. In. ZIZEK, Slavoj (org.). Um mapa da ideologia. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.
Publicado
2019-09-02
Seção
Dossiê: Moçambique em perspectiva: histórias conectadas, interdisciplinaridade..