A nova cosmografia da expansão portuguesa: o Esmeraldo de situ orbis (1508) de Duarte Pacheco Pereira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.2021.168135

Palavras-chave:

Expansão portuguesa, renascimento, roteiro de viagem, cosmografia, Esmeraldo de situ orbis

Resumo

Entre 1505 e 1508, Duarte Pacheco Pereira, explorador e militar português, escreveu o Esmeraldo de situ orbis, um livro de “cosmografia e marinharia”, um dos mais importantes roteiros de viagem de seu tempo, o qual, além de desenhar as fronteiras e rotas comerciais conhecidas na África e no oriente, empenhou-se por traçar, ainda, o esboço de uma crônica sobre as navegações. Este artigo analisa o livro de Pereira, propondo que o autor apresenta uma legitimação política das terras conquistadas, ao mesmo tempo em que rompe com a geografia sacra, tipicamente medieval, e com a geografia mercantilista, típica dos portulanos mediterrâneos, para compor o primeiro roteiro de viagem moderno, expondo o desenho do novo mundo conhecido pelas navegações que vinham mapeando novas terras na África e na Ásia desde o século anterior. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luís André Nepomuceno, Universidade Federal de Viçosa

Doutor em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com pós-doutorado pela mesma instituição. Professor da Universidade Federal de Viçosa / Campus Rio Paranaíba.

Referências

ALBUQUERQUE, Luís (ed.). O Livro de Marinharia de André Pires. Lisboa: Junta de Investigações Científicas do Ultramar, 1963.

ALBUQUERQUE, Luís (ed.). O Livro de Marinharia de Manuel Álvares. Lisboa: Junta de Investigações Científicas do Ultramar, 1969.

ALBUQUERQUE, Luís (ed.). O Livro de Marinharia de Pero Vaz Fragoso. Lisboa: Junta de Investigações Científicas do Ultramar, 1977.

ALBUQUERQUE, Luís (ed.). Dicionário de História dos Descobrimentos. Lisboa: Círculo de Leitores, 1994 (2 vols.).

ALEGRIA, Maria Fernanda et al. Portuguese Cartography in the Renaissance. In: WOODWARD, David (ed.). The History of Cartography. Vol. 3: Cartography in the European Renaissance. Chicago: The University of Chicago Press, 2007, p. 975-1068.

AMARAL, Ilídio do. O Esmeraldo de Situ Orbis, de Duarte Pacheco Pereira, segundo Joaquim Barradas de Carvalho. Finisterra: Revista Portuguesa de Geografia, vol. 18, n. 36, 1983, p. 393-401.

ANDRADE, António Alberto Banha de. Mundos novos do mundo: panorama da difusão, pela Europa, de notícias dos Descobrimentos Geográficos Portugueses. Lisboa: Junta de Investigações do Ultramar, 1972.

BAIÃO, António (ed.). O Manuscrito “Valentim Fernandes”: oferecido à Academia por Joaquim Bensaúde. Lisboa: Academia Portuguesa da História, 1940.

BARBOSA, Duarte. O livro de Duarte Barbosa. Ed. Águas Neves. Lisboa: Publicações Europa-América, 1992.

BELLOMO, Elena. Sapere nautico e geografia sacra alle radici dei portolani medievali (secoli XII-XIII). Quaderni di Storia Religiosa, vol. 15, 2008, p. 215-241.

BOURDON, Léon; ALBUQUERQUE, Luís (ed.). Le “Livro de Marinharia” de Gaspar Moreira. Lisboa: Junta de Investigações Científicas do Ultramar, 1977.

BOXER, Charles Ralph. Portuguese Roteiros, 1500-1700. The Mariner’s Mirror, vol. 20, n. 2, 1934, p. 171-186.

BOXER, Charles Ralph. The Portuguese seaborne empire, 1415-1825. Londres: Hutchinson, 1977.

CARVALHO, Andreia Martins de; PINTO, Pedro. Da Caça de Mondragon à Guarda do estreito de Gibraltar (1508-1513): os guardiões da memória de Duarte Pacheco Pereira e a Economia da Mercê nos sécs. XVI-XVII. Anais da História de Além-Mar, n. 13, 2012, p. 221-332.

CARVALHO, Joaquim Barradas de. As fontes de Duarte Pacheco Pereira no “Esmeraldo de Situ Orbis”. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1967.

CARVALHO, Joaquim Barradas de. La traduction espagnole du “De situ orbis” de Pomponius Mela par maître Joan Fars et les notes marginales de Duarte Pacheco Pereira. Lisboa: Junta de Investigações do Ultramar, 1974.

CARVALHO, Joaquim Barradas de. Esmeraldo de situ orbis de Duarte Pacheco Pereira: édition critique et commentée. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1991.

CASTRO, D. João de. Roteiro de Lisboa a Goa. Ed. João de Andrade Corvo. Lisboa, 1882.

CASTRO, D. João de. Roteiros de D. João de Castro. Vol. II: Roteiro de Goa a Diu. Ed. de Fontoura da Costa. Lisboa: Agência Geral das Colónias, 1940a.

CASTRO, D. João de. Tratado da esfera. Da geografia. Notação famosa. Informação sobre Maluco. Ed. Fontoura da Costa. Lisboa: Agência Geral das Colónias, 1940b.

CATTANEO, Angelo. European Medieval and Renaissance Cosmography: A Story of Multiple Voices. Asian Review of World History, vol. 4, n. 1, 2016, p. 35-81.

COSGROVE, Denis. Images of Renaissance Cosmography, 1450 –1650. In: WOODWARD, David (ed.). The History of Cartography. Vol. 3: Cartography in the European Renaissance. Chicago: The University of Chicago Press, 2007, p. 55-99.

COSTA, Abel Fontoura da. A marinharia dos descobrimentos. Lisboa: Agência Geral das Colónias, 1960.

DEBANNE, Alessandra (ed.). Lo Compasso de Navegare: edizione del Codice Hamilton 396 con commento linguistico e glossario. Bruxelas: Peter Lang, 2011.

DESTRO, Letícia. A África e os africanos nas fabulações cartográficas. Navigator, vol. 7, n. 13, 2011, p. 36-48.

DIFFIE, Bailey; WINIUS, George D. Foundations of the Portuguese Empire: 1415-1580. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1977 (“Europe and the World in the Age of Expansion”).

DOMINGUES, Francisco Contente. A travessia do mar oceano: a viagem ao Brasil de Duarte Pacheco Pereira em 1498. Parede: Tribuna, 2012.

FALCHETTA, Piero. Benedetto Cotrugli et son traité De navigatione (1464-1465). The Historical Review, vol. 9, 2002, p. 53-62.

FALCHETTA, Piero. Storia del Mappamondo di Fra’ Mauro con la trascrizione integrale del testo. Rimini: Imago SRL, 2006a.

FALCHETTA, Piero. Fra Mauro’s World Map: with a Commentary and Translations of the Inscriptions. Turnhout: Brepols, 2006b.

FALCHETTA, Piero. The use of Portolan charts in European Navigation during the Middle Ages In: BAUMGÄRTNER, Ingrid; GUGLER, Hartmut (ed.). Europa im Weltbild des Mittelalters Kartographische Konzepte. Berlim: Akademie Verlag, 2008, p. 269-276.

FALCHETTA, Piero. Il tratatto De navigatione di Benedetto Cotrugli (1464-1465). Edizione commentata del ms. Schoenberg 473 con il texto del ms. 557 di Yale. Studi Veneziani, vol. 57, 2009, p. 1-67.

GAUTIER DALCHÉ, Patrick. Carte marine et portulan au XIIe siècle: Le Liber de existencia riveriarum et forma maris nostri mediterranei (Pise, circa 1200). Paris: École Française de Rome, 1995.

GRANDA, Edgar Ávila; SILVEIRA, Marcos Borges. A viagem de Duarte Pacheco Pereira. Biblos, vol. 12, 2000, p. 65-73.

KIMBLE, George. The “Esmeraldo de Situ Orbis”: an early Portuguese textbook on cosmography and navigation by Duarte Pacheco. Osiris, vol. 3, 1937, p. 88-102.

LISBOA, João de. Livro de marinharia. Tratado da agulha de marear de João de Lisboa. Roteiros, sondas e outros conhecimentos relativos à navegação, copiado e coordenado por Jacinto Ignacio de Brito Rebello. Lisboa: Imprensa de Libâneo da Silva, 1903.

MACHADO, Cristina de Amorim. A tradução de textos científicos no período da expansão marítima, uma história em construção. Tradução em Revista, vol. 8, 2010, p. 1-19.

MANDEVILLE, Sir John. The travels of Sir John Mandeville. Ed. A. W. Pollard. Londres: Macmillan and Company, 1915.

METCALF, Alida C. Who Cares Who Made the Map? La Carta del Cantino and its anonymous maker. e-Perimetron, vol. 12, n. 1, 2017, p. 1-23.

MILANO, Ernesto. La carta del Cantino e la rappresentazione della Terra nei codici e nei libri a stampa della Biblioteca Estense e Universitaria. Modena: Il Bulino, 1991.

MOTA, Avelino Teixeira da. Evolução dos roteiros portugueses durante o séc. XVI. Revista da Universidade de Coimbra, vol. 24, 1969, p. 1-32.

NEWITT, Malyn (ed.). The Portuguese in West Africa, 1415-1670. Cambridge: Cambridge University Press, 2010.

NUNES, Pedro. Obras. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2005 (3 vols.).

PROBASCO, Nate. Cartography as a Tool of Colonization: Sir Humphrey Gilbert’s 1583 Voyage to North America. Renaissance Quarterly, vol. 67, 2014, p. 425–72.

ROMER, Frank E. Pomponius Mela’s Description of the World. Ann Arbor: The University of Michigan, 2001.

ROSSELLÓ I VERGER, Vicenço. La carta de navegar: un instrumento mediterráneo de amplia difusión. Medievalismo, vol. 21, 2011, p. 55-79.

RUSSELL-WOOD, Anthony John. The Portuguese Empire: 1415-1808: A World on the Move. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 1998.

SACROBOSCO, Johannes de. Tratado da esfera. Trad. Pedro Nunes. São Paulo: Editora da Unesp, 2011.

SANTAREM, Le Vicomte. Essai sur l’histoire de la cosmographie pendant le Moyen-Âge et sur le progrès de la géographie après les grandes découvertes du XVe siècle. Paris: Imprimérie Maulde et Renou, 1849 (2 vols.).

STUDNICKI-GIZBERT, Daviken. A Nation Upon the Ocean Sea: Portugal’s Atlantic Dispora and the Crisis of the Spanish Empire, 1492-1640. Oxford, Oxford UP, 2007.

TUCCI, Ugo. Sur la pratique vénitienne de la navigation au XVIe siècle: quelques remarques. Annales, n. 1, 1958, p. 72-86.

VENTURA, Manuel Sousa. Vida e obra de Pedro Nunes. Lisboa: Instituto de Cultura e Língua Portuguesa/Ministério da Educação, 1985.

VIAGENS de Luís de Cadamosto e de Pedro de Sintra. Lisboa: Academia Portuguesa de História, 1988.

Downloads

Publicado

2021-04-14

Edição

Seção

Artigos