A dispersão do saber missionário sobre as Américas de 1549 a 1610: o exemplo jesuíta

Autores

  • Jean-Claude Laborie Universidade de Lyon

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i152p9-27

Palavras-chave:

Jesuítas séculos XVI e XVII, Missões, Américas

Resumo

Neste artigo, procuramos reconstruir a homogeneidade de um vasto espaço missionário americano que se estende do Brasil ao Canadá, nos séculos XVI e XVII, a partir da aproximação entre fontes primárias e secundárias oriundas da Companhia de Jesus. Longe de qualquer realidade, emerge assim uma representação espantosamente estável do índio, construída unicamente tendo em vista as necessidades políticas. A persistência dessa ficção justificou contudo uma parte significativa da estratégia missionária jesuítica, para em seguida estender sua influência além das fronteiras desta ordem religiosa.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2005-06-30

Edição

Seção

Dossiê: Artigos

Como Citar

LABORIE, Jean-Claude. A dispersão do saber missionário sobre as Américas de 1549 a 1610: o exemplo jesuíta . Revista de História, São Paulo, n. 152, p. 9–27, 2005. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.v0i152p9-27. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/18995.. Acesso em: 22 jul. 2024.