Testamentos de indígenas americanos: siglos XVI - XVII

Autores

  • Pablo Rodríguez Universidad Nacional de Colombia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i154p15-35

Palavras-chave:

Testamento, Indígenas, Confraria, Mestiçagem, Migração

Resumo

Este artigo pretende explicar o significado e as características dos testamentos indígenas registrados em diferentes regiões da América espanhola. A fonte principal do estudo são coleções documentais de testamentos publicadas no México, na Colômbia e no Chile. Também utiliza os estudos historiográficos que, com base nesses documentos, foram realizados no Equador e no Peru. O artigo abre uma nova janela à compreensão dos complexos processos econômicos, sociais e culturais vividos pelos povos indígenas a partir da conquista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2006-06-30