Porque sólo la ilustración puede desterrar de esos pueblos los vicios y la inmoralidad que los dominan: Indígenas y educación en Oaxaca (1823-1867)

  • Francisco José Ruiz Cervantes Universidad Autónoma Benito Juárez de Oaxaca
  • Daniela Traffano Centro de Investigaciones y Estudios Superiores en Antropología Social; Unidad Istmo
Palavras-chave: Educação, Indígenas, Oaxaca, Século XIX, Liberais

Resumo

O presente artigo estuda a situação da educação no estado de Oaxaca entre a Independência e a República Restaurada. Em sua maioria indígena, a população da entidade era considerada pela elite política e intelectual do século XIX o obstáculo a ser superado para alcançar-se a civilização e a estabilidade. Logo se difundiu a teoria de que o Estado tinha que se encarregar de solucionar o problema e que a melhor maneira seria por meio de uma educação obrigatória, gratuita e laica. O texto que segue apresenta as idéias liberais sobre "o problema indígena" e as diretrizes para sua "solução" através da análise da legislação que auspiciou e regulamentou o sistema educativo tanto no aspecto administrativo como para a formação docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-06-30