Entre o erudito e o popular

Autores

  • José Miguel Wisnik Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; Depto. de Literatura Brasileira

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i157p55-72

Palavras-chave:

Música popular, Música erudita, Cultura brasileira

Resumo

Este artigo pretende discutir como o período que vai do movimento modernista à inauguração de Brasília compreende um ciclo especialmente fecundo da vida cultural brasileira. Ele marca o momento em que a cultura letrada de um país escravocrata tardio enxergou na liberação de suas potencialidades mais obscuras e recalcadas, ligadas secularmente à mestiçagem e à mistura cultural, entremeadas de desejo, violência, abundância e miséria, a possibilidade de afirmar seu destino e de revelar-se através da união do erudito com o popular. Essa relação de conflito aparente se apresenta no universo musical brasileiro como diálogo criativo, fusões as mais variadas e misturas desiguais, e torna-se uma das chaves importantes para compreender a cultura brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-30

Edição

Seção

Dossiê: Artigos