Graúna: um canto feminino de autocrítica1 na Caatinga

Autores

  • Maria da Conceição Francisca Pires UFF

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i158p247-275

Palavras-chave:

Humor, política, ditadura

Resumo

O artigo desenvolve uma análise sobre a crítica política à ditadura militar desenvolvida pelo cartunista mineiro Henfil através da personagem Graúna, integrante do grupo do Alto da Caatinga. Com o exame da história inaugural dessa personagem intento assinalar os recursos visuais e discursivos acionados pelo cartunista para representar a negação da memória oficial sobre o golpe de 1964, assim como as ideologias e os debates suscitados pelo discurso humorístico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-06-30

Edição

Seção

Artigos