A experiência do tempo na formação do Império do Brasil: autoconsciência moderna e historicização

Autores

  • Valdei Lopes de Araújo Universidade Federal de Ouro Preto

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i159p107-134

Palavras-chave:

Historiografia, independência do Brasil, conceito

Resumo

Neste artigo são investigadas as transformações na experiência do tempo no Brasil nas primeiras décadas o século XIX. Procurou-se demonstrar a existência de uma descontinuidade conceitual entre a geração da Independência e a dos homens que construíram o Estado-nacional brasileiro. Especial ênfase é dada ao conceito de história, tomado como índice das transformações conceituais cuja principal direção parece ter sido a historicização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-12-30

Como Citar

ARAÚJO, V. L. de. A experiência do tempo na formação do Império do Brasil: autoconsciência moderna e historicização . Revista de História, [S. l.], n. 159, p. 107-134, 2008. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.v0i159p107-134. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/19090. Acesso em: 2 out. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Artigos