Há um século. Mário Domingues, o anarquista negro que fustigou o colonialismo Português

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.2023.197774

Palavras-chave:

Mário Domingues, anarquista negro, colonialismo português

Resumo

Este texto é uma resenha crítica à obra da autoria de José Luís Garcia intitulada Mário Domingues – A Afirmação Negra e a Questão Colonial. Textos 1919-1928 (Lisboa: Tinta da China, 2022). Pretende dar aos leitores uma visão crítica deste livro dedicado à vida e aos escritos anticoloniais e antirracistas de Mário Domingues dados à estampa na imprensa portuguesa entre os anos 1919-1928.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tânia Alves, Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

Doutora em Sociologia (2018), pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Autora do livro 1961 sob o viés da imprensa. Os jornais portugueses, britânicos e franceses na conjuntura da eclosão da guerra no império português (Imprensa de História Contemporânea, 2021), de vários artigos académicos e de capítulos de livro e co-organizadora do livro Salazar, o Estado Novo e os Media (Edições 70: 2017). O trabalho que tem vindo a desenvolver pretende contribuir para uma nova compreensão da relação entre os media e a queda do império colonial português, a partir de uma perspetiva interdisciplinar que privilegia as interações entre comunicação, política, sociedade, cultura e identidades nacionais, e estendendo este domínio de investigação de um modo que inclua um comprometimento com os estudos pós-coloniais.

Referências

ADI, Hakim. Pan-Africanism. A History. Londres, Nova Iorque, Oxford, Nova Delhi, Sydney: Bloomsbury Academic, 2018.

ANDRADE, Mário Pinto. Origens do Nacionalismo Africano. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1997.

BOITTIN, Jennifer A. Colonial Metropolis. The Urban Grounds of Anti-Imperialism and Feminism in Interwar Paris. Lincoln e Londres: University of Nebraska Press, 2010.

FANON, Frantz. Pele Negra Máscaras Brancas. Rio de Janeiro: EDUFBA, 2008 [1952].

GARCIA, José Luís. Mário Domingues – A Afirmação Negra e a Questão Colonial. Textos 1919-1928. Lisboa: Tinta da China, 2022.

GARCIA, José Luís; CASTRO, José. A Batalha e a Questão Colonial. Ler História. Lisboa: Fim de Século, n. 27-28, 1995, p. 125-146.

GARCIA, José Luís. Um mulato contra o império português. Descobrir Mário Domingues no século XXI. In: GASPAR, Carlos; PATRIARCA, Fátima; MATOS, Luís Salgado (orgs.). Estado, regimes e revoluções. Estudos em homenagem a Manuel Lucena. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2012, p. 457-483.

GARCIA, José Luís. The First Stirrings of Anti-Colonial Discourse in the Portuguese Press. In: GARCIA, José Luís; KAUL, Chandrika; SUBTIL, Filipa; SANTOS, Alexandra (eds.). Media and Portuguese Empire. Basingstoke, Hampshire: Palgrave Macmillan, 2017, p. 125-143.

GARCIA, José Luís. Principais tendências de profissionalização dos jornalistas. In: GARCIA, José Luís (ed). Estudos sobre os Jornalistas Portugueses – Metamorfoses e Encruzilhadas no Limiar do Século XXI. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2009, p. 63-91.

GOEBEL, Michael. Anti-Imperial Metropolis. Interwar Paris and the Seeds of Third World Nationalism. Nova Iorque: Cambridge University Press, 2015.

GRILLI, Matteo; GERITS, Frank (eds). Visions of African unity: new perspectives on the history of pan-Africanism and African unification projects. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2021.

MATERA, Marc. Black London. The Imperial Metropolis and Decolonization in the Twentieth Century. California: University of Calofornia Press, 2015.

NDIAYE, Pap. Présence africaine avant «Présence Africaine». La subjectivation politique noire en France dans l´entre-deux-guerres. Gradhiva. Revue d´anthropologie et d´histoire des arts, [S. l.], n. 10, 2009, p. 64-79.

TAYE, Thomas Adino. Rethinking Pan-Africanism: The Quest for Supra-State Formation and Authentic Development in Africa. International journal of African renaissance studies, [S. l.], v.16, n. 1, 2021, p. 31-51.

VARELA, Pedro; PEREIRA, José Augusto. As origens do movimento negro em Portugal (1911-1933): uma geração pan-africanista e antirracista. Revista de História. São Paulo, n. 179, 2020, p. 1-36.

Downloads

Publicado

2024-01-22

Como Citar

ALVES, T. Há um século. Mário Domingues, o anarquista negro que fustigou o colonialismo Português. Revista de História, [S. l.], n. 182, p. 1-9, 2024. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.rh.2023.197774. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/197774. Acesso em: 3 mar. 2024.

Edição

Seção

Resenhas