Representação feminina em tempos de exceção

Autores

  • Amanda Saba Ruggiero Universidade de São Paulo - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
  • Anna Maria A. K. Rahme Universidade de São Paulo - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v6i6p59-84

Palavras-chave:

mulheres, arte, história, representação, exposição

Resumo

O artigo parte dos conceitos de tempo e representação – estudados por Roger Chartier, com análises sobre a importância das narrativas, enquanto discursos empregados na fixação da(s) memória(s) e a construção da história cultural de um determinado grupo -, para associá-los às proposições curatoriais da exposição Mulheres Radicais: arte latino-americana 1960-1985, uma mostra de criações artísticas femininas resistentes às ditaduras militares que oprimiram a América Latina durante a segunda metade do século XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-03-31

Como Citar

Ruggiero, A. S., & Rahme, A. M. A. K. (2019). Representação feminina em tempos de exceção. Revista ARA, 6(6), 59-84. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v6i6p59-84