Desafios em expor, limites da autoria

Autores

  • Amanda Saba Ruggiero Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v7i7p77-94

Palavras-chave:

Autor, Função-autor, Curadoria, Exposição

Resumo

Da “morte do autor” (R. Barthes) ao questionamento do “o que é um autor?” (Michel Foucault, 1969), debate-se amplo horizonte a respeito da história das ideias e da cultura material, desde abordagens histórico-sociais à produção literária. A relevância do texto em versões revisitadas e ampliadas, como as do historiador Roger Chartier e o filósofo Giorgio Agamben, incita reflexões sobre a função-autor à luz da contemporaneidade. Ao pensar sobre pequenos deslocamentos e desvios da vida hodierna, busca-se neste artigo aprofundar reflexões para outras linguagens, como a escrita, práticas expositivas e relações entre instituições, espaços, autoria, narrativas e curadoria. A propósito de encontrar corpo a incitar e conclamar alguma profanação, a exposição pensada como um dispositivo estrutura bases para o objeto investigado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Agamben, Giorgio. O Autor Como Gesto. In Profanações. São Paulo: Boitempo; (p.55-64), 2017.

Agamben, Giorgio. O que é um dispositivo. In: ______. O que é o contemporâneo? E outros ensaios. Trad. Vinícius Nicastro Honesko. Chapecó: Argos; 2009, p. 27-51.

Agamben, Giorgio. O que é um dispositivo? Outra travessia, Florianópolis, n. 5, p. 9-16, jan. 2005. ISSN 2176-8552. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/Outra/article/view/12576/11743>. Acesso em: 17 ago. 2019. doi:https://doi.org/10.5007/%x.

Altshuler, Bruce. Introduction. In Dufrêne, B.; Glicenstein, J. Histoire(s). D’Exposition Exhibitions’stories. Paris: Hermann Éditeurs; 2016

Barthes, Roland. A morte do autor. In: O rumor da Língua. Trad. Mário Laranjeira. São Paulo: Brasiliense, 1988.

Bergdoll, Barry. Curate. Artpaper glossary. Jan/fev. 2015. Disponivel em: https://www.artpapers.org/glossary/curate/

Carvalho AM. A exposição como dispositivo na Arte Contemporânea: conexões entre o técnico e o simbólico. museologia [Internet]. 28nov.2012 acesso em 15set.2019];1(2):47. Available from: http://periodicos.unb.br/index.php/museologia/article/view/12654

Chartier, Roger. O que é um autor? Revisão de uma genealogia. Trad. Luzmara Curcino, Carlos Eduardo Bezerra. São Carlos: Edufscar; 2014.

Firmo, Adrienne de Oliveira. Exposições de arte brasileira: um estudo de exposições como meio para a compreensão dos fundamentos e da recepção da arte contemporânea [tese]. São Paulo: , Faculdade de Arquitetura e Urbanismo; 2017 [citado 2019-09-30]. doi:10.11606/T.16.2018.tde-27062017-144240.

Foucault, Michel. O que é um autor? Trad. Antonio Fernando Cascais. 3a ed. [s.l.]: Vega, [s.d.]. (Passagens; v.6). ISBN 972-699-303-2

Foucault, Michel. Qu’est-ce qu ‘un auteur? In: Bulletin de la societé Française de Philosophie, 63e année, n.3, julliet-septembre 1969, p.73-95

Guasch, Anna Maria. El arte del siglo XX en sus exposiciones: 1945-2007. Barcelona: Ediciones del Serbal, 2009.

Latorraca, Giancarlo. Maneiras de expor: Arquitetura expositiva de Lina Bo Bardi. São Paulo: Museu da Casa Brasileira. 2014.

Poinsot, Jean-Marc. A exposição como máquina interpretativa. In História da Arte em Exposições modos de ver e exibir no Brasil. Cavalcanti, A. Malta, M. Couto, M.F.M. et al. Rio de Janeiro: Rio Books/Fapesp, 2016.

Ruggiero A, Michel L. Interview with Barry Bergdoll. Risco, Rev. Pesqui. Arquit. Urban. [Internet]. 9Jul.2018 [cited 11Sep.2019];16(1):105-14. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/risco/article/view/147774

Wall, Jean. Le malheur de la conscience dans la philosophie de Hegel, 1929). https://archive.org/details/in.ernet.dli.2015.188060/page/n19

Downloads

Publicado

2019-11-21

Como Citar

Ruggiero, A. S. (2019). Desafios em expor, limites da autoria. Revista ARA, 7(7), 77-94. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v7i7p77-94