Experiência e representação: por uma fenomenologia das imagens, em Noite e Neblina (1995) de Alain Resnais

Autores

  • Priscyla Freitas Gomes Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
  • Felipe Kaizer Universidade Estadual do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v8i8p141-165

Palavras-chave:

Cinema, Imagem, Fenomenologia, Experiência, Política

Resumo

O presente artigo parte do filme Nuit et broulliard (1955), produzido pelo cineasta francês Alain Resnais, para discutir a potência das imagens e os limites da representação de fatos históricos tidos como crimes à humanidade. Propõe-se uma leitura da abordagem de Resnais, considerando os princípios da fenomenologia e a crise da experiência no mundo moderno e suas implicações na contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscyla Freitas Gomes, Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Priscyla Gomes é curadora e pesquisadora. Formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, onde concluiu seu Mestrado e, atualmente, realiza seu Doutorado.  É curadora associada do Instituto Tomie Ohtake, sendo responsável pela coordenação da pesquisa realizada pelo Núcleo de Pesquisa e Curadoria. Realizou a curadoria de diversas mostras como Lumina: Mariana Palma (2020), Jamais me olharás lá de onde te vejo (2019), E para que poetas em tempo de pobreza? (2019), Eduardo Berliner - Corpo em muda (2016), entre outras. priscylagomes@usp.br

Felipe Kaizer, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Felipe Kaizer é designer e pesquisador. Graduado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio, 2006), pós-graduado pelo Centro Universitário Maria Antonia da Universidade de São Paulo (CEUMA/USP, 2013) e doutor em design pela Escola Superior de Desenho Industrial da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (ESDI/UERJ, 2019). Entre 2005 e 2009, trabalhou em estúdios de design no Rio de Janeiro, entre eles Tecnopop e Jair de Souza. Em 2009 participou da criação do departamento de design e comunicação da Fundação Bienal de São Paulo, onde permaneceu até 2015. Em 2017, integrou a equipe de comunicação do Instituto Moreira Salles. fk@felipekaizer.com

Downloads

Publicado

2020-05-25

Como Citar

Gomes, P. F., & Kaizer, F. (2020). Experiência e representação: por uma fenomenologia das imagens, em Noite e Neblina (1995) de Alain Resnais. Revista ARA, 8(8), 141 - 165. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v8i8p141-165