Os benefícios do ensino musical na formação e desenvolvimento humano

Autores

  • Sonia Albano Universidade Estadual Paulista
  • Ana Lucia Braz Universidade Anhembi Morumbi

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-7117.rt.2021.189067

Palavras-chave:

Ensino Musical, Desenvolvimento Humano, Benefícios, Cognição Musical

Resumo

O texto em questão tem como objetivo demonstrar em que medida a música, enquanto área de conhecimento, pode contribuir na formação e no desenvolvimento integral dos indivíduos e quais as zonas do corpo físico e psíquico que podem ser acionadas no contato com a música. A fundamentação teórica está embasada nos textos de Maria Cândida Moraes (2003), A. Storr (2002), S Viellard e E. Bigan (2005), entre outros, na maioria, pesquisadores focados na cognição musical.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sonia Albano, Universidade Estadual Paulista

Sônia Albano: Doutora em Comunicação e Semiótica - Artes (PUC/SP); pós-doutora em interdisciplinaridade e educação pelo GEPI-PUC/SP; pós-doutora em música pelo IA-UNESP; pós-graduação lato sensu em práticas instrumentais e música de câmara pela FMCG; especialização em interpretação musical e música de câmara com o Prof. Walter Bianchi (FMCG); bacharelado em instrumento - piano (FMCG); bacharelado em direito (USP); licenciatura curta em educação musical e habilitação para o ensino de piano (Instituto Musical de São Paulo). Desde 2005 atua no Programa de Mestrado e Doutorado em Música do IA-UNESP. Possui livros, coletâneas, artigos e pesquisas envolvendo a interdisciplinaridade, música, performance e educação musical. Foi Presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música, de 2015 até 2019.

Ana Lucia Braz, Universidade Anhembi Morumbi

Doutora em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2003), Mestrado em Educação pela Universidade Paulista (1995), graduação em Psicologia pela Universidade Paulista (1983), graduação em Pedagogia pela Faculdade Filosofia Ciências e Letras Carlos Pasqualli (1988). Foi professora da Universidade Paulista de 1984 até 2007; coordenadora dos Cursos de Psicologia da UNIP de 2000 a 2007; professora da Universidade Anhembi- Morumbi e responsável pelo Núcleo de Apoio Psicopedagógico- NAP- da instituição de 2018 a 2020. Foi pesquisadora da FUNADESP. É profissional liberal com consultório particular. É autora do livro O significado e a importância do amor- Um estudo fenomenológico; organizadora do livro Arte, cultura e Educação na formação de Docentes: Ilusão ou Realidade. Autora de capítulos nos livros; Mosaicos: Arte Cultura e Educação; Corpo, Alteridade e Sintoma: Compreensão e Diversidade; Reflexões Atuais sobre temas da Psicologia, além de artigos em revistas científicas. Cursou especialização em Gerontologia Social em 2017 e Intervenções em situações limites em 2016, pelo Instituto Sedes Sapiens. Tem especialização em Fenomenologia pela Universidade de São Paulo-USP. Tem experiência na área de Psicologia Clínica, atuando em consultório particular desde 1984, realizando atendimentos e supervisões. Desenvolve trabalhos nas áreas de desenvolvimento social e da personalidade, atuando principalmente nos seguintes temas: amor, educação emocional; participação do amor na evolução, processo de aprendizagem, desenvolvimento amoroso e relacionamento interpessoal.

Referências

AGUDELO, Graciela; SOTO, Gabriela. Incidencias de La música em lós procesos cerebrales. Consejo de La música em México. Forum panamericano y Coloquio sobre Educacion Musical. Mexico 2002. Disponível em: www.iieh.com/doc/doc200209150300.htm1 , acessado em 30 abril 2012.

BIGAND, Emmanuel. Ouvido Afinado. Viver mente & cérebro. Revista de Psicologia, psicanaláse, neurociências e conhecimento, ano XIII, n. 149, junho de 2005, p. 59-63.

BRITO, Teca Alencar de. Koellreutter educador – o humano como objetivo da educação musical. São Paulo: Peirópolis, 2001.

CAMPBELL, Don. O efeito Mozart. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.

CAMPESATO, Lilian & IAZZETTA, Fernando. Som, Espaço e Tempo na arte sonora. XVI Congresso da ANPPOM. Brasília, 2006, p. 775-777. Disponível em: HTTP: // www.anppom.com.br/anais/anais congresso_ anppom_ 2006/CDROM/com/c-248.pdf Acesso em 24 de abril de 2009.

CLAIR Alicia Ann e MEMMOTT Jenny. Therapeutic Uses of Music with Older Adult. American Music Therapy Association, 2º Ed. 2008.

DILTHEY, Wihelm. Psicologia e Compreensão: Ideias sobre uma Psicologia Descritiva e Analítica. Lisboa. Edições 70, 2002.

FREGTMAN, Carlos. Corpo, música e terapia, 10ed. São Paulo, Cultrix, 1995.

GAINZA, Violeta Hemsy de. Estudos de psicopedagogia musical. São Paulo: Summus, 1988.

GARDNER, Howard. As artes e o desenvolvimento humano. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1997.

GARDNER, Howard. Educación artística y desarrollo humano. Barcelona: Paidós Educador, 1994.

LIMA, Sonia Albano. A relação da música com a linguagem verbal. In: Uma metodologia de interpretação musical. São Paulo: Musa Editora, 2005, p. 51-80.

LIMA, Sonia Albano. Música e Cosmologia. IN: LIMA, Sonia Albano (org) Uma Leitura transdisciplinar do fenômeno sonoro. São Paulo: Editora Som& FMCG. 2007, p. 9-36.

MIRANDA, Maria Luiza de Jesus & GODELI Maria Regina C. Souza: Música atividade física e bem-estar psicológico em idosos. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v11. N4, pag 87-94.2003.

MORAES, Maria Cândida. Educar na biologia do amor e da solidariedade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

ROEDERER, Juan G. Música, Física, Psicofísica e Neuropsicologia: uma abordagem interdisciplinar. In: Introdução à física e psicofísica da música. -São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, p. 17-34. 1998. Tradução portuguesa de Alberto Luis da Cunha.

ROWELL, Lewis. Introduccion a la filosofia de la musica: Antecedentes históricos y problemas estéticos. Barcelona: Gedisa. 2005. Tradução para o espanhol de Miguel Wald.

STORR, Anthony. La música y la mente. Barcelona: Editora Paidós, 250 p. Tradução espanhola de Verônica Canales Medina. 2002.

VIEILLARD, Sandrine. Emoções Musicais. Viver mente & cérebro. Revista de Psicologia, psicanaláse, neurociências e conhecimento, ano XIII, n. 149, junho de 2005, p. 52 a 57. São Paulo: Dinap. S/A.

Downloads

Publicado

2021-11-11

Como Citar

Albano, S., & Braz, A. L. . (2021). Os benefícios do ensino musical na formação e desenvolvimento humano. Revista Da Tulha, 7(1), 176-190. https://doi.org/10.11606/issn.2447-7117.rt.2021.189067

Edição

Seção

Artigo