Metodologia ativa na educação médica

Autores

  • Valter Carabetta Jr Universidade de Santo Amaro - UNISA

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v95i3p113-121

Palavras-chave:

Educação médica/organização & administração, Ensino/métodos, Aprendizagem/ética, Aprendizagem baseada em problemas.

Resumo

Na escola médica vem ganhando cada vez mais destaque o discurso sobre a necessidade e importância de que a organização curricular e o conteúdo programático assumam uma proposta interdisciplinar, desvinculando-se da organização curricular fechada, estanque, biologicista, com pouca, ou nenhuma, relação entre as diferentes áreas do conhecimento e ausente de uma visão unificada do corpo humano. Assim, partindo-se do pressuposto de que, em qualquer segmento da escolaridade, o conhecimento é uma construção realizada pelo sujeito cognoscente, e que essa construção depende de estratégias de ensino que tornem os conteúdos significativos aos alunos, neste trabalho são feitas algumas reflexões sobre o papel e o valor da metodologia da problematização como dinâmica possibilitadora de um ensino significativo e interdisciplinar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valter Carabetta Jr, Universidade de Santo Amaro - UNISA

Medicina - Educação e Saúde e Saúde Pública.

Downloads

Publicado

2016-12-15

Como Citar

Carabetta Jr, V. (2016). Metodologia ativa na educação médica. Revista De Medicina, 95(3), 113-121. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v95i3p113-121

Edição

Seção

Artigos