Avaliação da incidência da SOP por clínica e ultrassonografia, em residentes na cidade de Paracatu - MG

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i4p402-406

Palavras-chave:

Volume ovariano, Volume uterino., Síndrome do ovário policístico, Ovário/crescimento e desenvolvimento, Útero/crescimento e desenvolvimento, Tamanho do órgão, Brasil/epidemiologia

Resumo

A síndrome do ovário policístico é um distúrbio endócrino, causado pela presença de microcistos produtores de hormônio nos ovários, que afeta de 4 a 13% das mulheres em idade reprodutiva. O hiperandrogenismo e a anovulação crônica estão presentes em praticamente todas as pacientes, sendo fatores essenciais para o fechamento do diagnóstico da SOP. A causa específica da síndrome é desconhecida, porém sabe-se que possui relação direta com a síndrome metabólica. O tratamento da SOP, envolve fármacos sensibilizadores de insulina, reguladores de hormônios femininos, e principalmente mudança de hábitos de vida. Assim, o presente trabalho objetivou avaliar a incidência de SOP por meio de clínica e ultrassonografia. Foi utilizado o método de coorte, onde os dados sobre a incidência da síndrome do ovário policístico foram levantados, em demanda examinada na cidade de Paracatu - MG, nos anos de 2009 ao primeiro semestre de 2016. Os casos de alterações em volumes uterinos e ovarianos foram maiores em adolescentes. A SOP, foi encontrada principalmente na faixa etária de 20 a 29 anos, o tipo de exame mais realizado nas pacientes foi o transvaginal. Identificou-se que as formações císticas mais comuns foram ovários com pequenos folículos esparsos na periferia e apenas 30 pacientes dentre as analisadas tiveram comorbidades associadas. Verificou-se que a SOP é mais presente na vida das adolescentes, porém o diagnóstico, na maioria, é tardio, o que favorece o não tratamento e pior qualidade de vidas às portadoras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lethícia Silva Santos, Centro Universitário Atenas (UniAtenas)

Acadêmica de medicina. 

Anna Luisa Oliveira Garcia, Centro Universitário Atenas (UniAtenas)

Acadêmica de medicina.

Guilherme Alves Souza, Centro Universitário Atenas (UniAtenas)

Acadêmico de medicina.

Jéssica Gonçalves Benevides, Centro Universitário Atenas (UniAtenas)

Acadêmica de medicina.

Talitha Araújo Faria, Centro Universitário Atenas (UniAtenas)

MsC, Docente do curso de medicina da Faculdade Atenas.

Downloads

Publicado

2018-12-18

Como Citar

Santos, L. S., Garcia, A. L. O., Souza, G. A., Benevides, J. G., & Faria, T. A. (2018). Avaliação da incidência da SOP por clínica e ultrassonografia, em residentes na cidade de Paracatu - MG. Revista De Medicina, 97(4), 402-406. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i4p402-406

Edição

Seção

Artigos/Articles