Síndrome da sela vazia com herniação de giros retos

relato de caso e revisão literária

  • Anderson Alexsander Rodrigues Teixeira Universidade Federal do Ceará (UFC) http://orcid.org/0000-0002-1659-0768
  • Luciano Martins Costa Universidade Federal do Ceará
  • Karen Lopes Cunha
  • Karoline Tabosa Santos Silveira Moraes Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Rafaela Barros de Sousa Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • José Arnaldo Motta de Arruda Universidade Federal do Ceará (UFC)
Palavras-chave: Síndrome da Sela Vazia, Neurocirurgia, Hérnia Cerebral

Resumo

Introdução: Embora o conhecimento acerca da Síndrome da Sela Vazia seja bem vasto e documentado na literatura, existem poucos trabalhos esclarecendo os procedimentos aplicados em casos relatados, as dificuldades diagnósticas e de técnicas da intervenção, além dos resultados obtidos. Objetivo: Relatar o caso de um paciente jovem portador da Síndrome da Sela Vazia com herniação de giros retos, através da revisão retrospectiva do prontuário físico, abordando aspectos clínicos e cirúrgicos. Método: Foi realizado uma revisão retrospectiva do prontuário físico do paciente. Relato de caso: Paciente, 17 anos, apresentou-se inicialmente com sintomas de origem endócrina característicos de hipocortisolismo e hipogonadismo. Através do exame de imagem foi notada a presença de sela túrcica sem o habitual conteúdo hipofisário, mas com a presença de herniação de giros retos. Foi indicado tratamento cirúrgico e, com isso, houve melhora significativa no quadro de hipotensão, sendo necessário associar ao tratamento terapia de reposição hormonal. Discussão: A Síndrome da Sela Vazia (SSV) é caracterizada pela herniação da membrana aracnóide para dentro da sela túrcica, que pode atuar com efeito de massa, levando a falência da função pituitária O quadro clínico dependerá do fator etiológico, sendo necessário geralmente reposição hormonal para esses pacientes e em alguns casos a intervenção cirúrgica. Conclusão: A SSV é uma patologia importante que deve estar sempre entre os diagnósticos diferenciais em pacientes com clínica de hipogonadismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Alexsander Rodrigues Teixeira, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Acadêmico de medicina, Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará (UFC).

Luciano Martins Costa, Universidade Federal do Ceará

Médico pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Karen Lopes Cunha

Médica pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Karoline Tabosa Santos Silveira Moraes, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Acadêmica de medicina, Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará (UFC). 

Rafaela Barros de Sousa, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Acadêmica de medicina, Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará (UFC). 

José Arnaldo Motta de Arruda, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Professor da disciplina de Neurologia e Neurocirurgia, Universidade Federal do Ceará (UFC).

Publicado
2019-10-15
Como Citar
Teixeira, A., Costa, L., Cunha, K., Moraes, K., de Sousa, R., & Arruda, J. A. (2019). Síndrome da sela vazia com herniação de giros retos. Revista De Medicina, 98(5), 349-352. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v98i5p349-352
Seção
Relato de Caso/Case Report