Drenagem biliar pré operatória no câncer de cabeça de pâncreas

relato de caso e revisão da literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i4p422-432

Palavras-chave:

Neoplasias Pancreáticas, Whipple, Drenagem biliar, Colestase extra-hepática.

Resumo

Drenagem biliar pré-operatória (DBPO) é método utilizado com o objetivo de reduzir consequências da colestase em pacientes com neoplasias obstrutivas peri-ampulares (cabeça de pâncreas, colédoco distal, papila duodenal ou duodeno). Entretanto, sua indicação é controversa na literatura. Relata-se caso onde houve discordância entre definição terapêutica pelo médico assistente e a equipe cirúrgica, seguida de revisão da literatura disponível em busca de definição da melhor indicação de DBPO versus cirurgia precoce em tumores ressecáveis na cabeça do pâncreas. A pesquisa abrangeu artigos a partir de 1935, quando Whipple descreveu os benefícios teóricos da DBPO em relação à cirurgia definitiva direta. Diversos estudos não-randomizados, randomizados, multicêntricos, meta-análises e revisões foram avaliadas nas principais plataformas de pesquisa na presente revisão. Os resultados são variados e não permitem definição inequívoca. Os trabalhos com nível de evidência mais elevados são as revisões sistemáticas publicados pela Cochrane que sugerem a falta de evidências a favor ou contra o uso de DBPO na rotina. A maioria dos estudos sugere que a drenagem se relacione com maior taxa de complicações pós-operatórias. Drenagem biliar percutânea trans-hepática (DBPT) foi comparada à colangiopancreatografia endoscópica retrógrada (CPER) e não foram encontradas diferenças quanto aos custos, duração da hospitalização ou desfechos. Conclui-se que drenagem biliar pré-operatória deve ser evitada sempre que a ressecção definitiva estiver disponível dentro de até 7 dias, em centro de referência. A prática pode trazer benefícios em casos de colangite, instabilidade pré-operatória ou indisponibilidade de leito em centro especializado para realização de procedimento precocemente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Campos Santos, Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Medicina

Coordenador de Pesquisa da Liga Acadêmica de Gastroenterologia e Hepatologia da UFMG

Afiliado ao Liver Center at UFMG

Florence Costa Faria de Araujo, Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Medicina

Membro da Liga Acadêmica de Gastroenterologia e Hepatologia da UFMG

Marcelo Dias Sanches, Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Medicina. Instituto Alfa de Gastroenterologia da UFMG

Doutor em Medicina pela FM-UFMG, Professor Associado

Downloads

Publicado

2018-12-18

Como Citar

Santos, B. C., Araujo, F. C. F. de, & Sanches, M. D. (2018). Drenagem biliar pré operatória no câncer de cabeça de pâncreas: relato de caso e revisão da literatura. Revista De Medicina, 97(4), 422-432. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i4p422-432

Edição

Seção

Relato de Caso/Case Report