Impacto dos transtornos depressivo e de ansiedade no controle da asma

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i2p128-134

Palavras-chave:

Ansiedade, Asma, Transtornos de ansiedade, Transtorno depressivo, Estudo transversal, Depressão

Resumo

A asma é uma doença prevalente nos ambulatórios e consultórios de Pneumologia, atingindo faixas etárias variadas. O controle da doença visa melhorar a qualidade de vida do portador e evitar complicações, sendo feito através do uso de medicações anti-inflamatórias e broncodilatadoras e do controle de fatores ambientais, possíveis gatilhos das crises. No entanto, pouco se fala a respeito da influência das condições psicológicas sobre esse controle. O transtorno de ansiedade e o transtorno depressivo são muito prevalentes na atualidade e existem diversas evidências de que exercem forte influência no controle da asma. Com o objetivo de avaliar a prevalência de sintomas depressivos e de ansiedade em pacientes portadores de asma e analisar o impacto destes no controle da doença, foi realizado um estudo transversal, observacional, descritivo no período de abril de 2019 a março de 2020 envolvendo asmáticos atendidos no ambulatório de Pneumologia da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte (MG). Participaram do estudo 40 pacientes, que responderam a dois questionários validados (HADS - Hospital Anxiety and Depression Scale e ACT - Asthma Control Test) e dos quais foram coletados dados demográficos e espirométricos. Os resultados mostraram a existência de associação entre o controle da asma e os transtornos psiquiátricos. A prevalência de transtornos de ansiedade e/ou depressão na totalidade da amostra foi de 75%, sendo o de ansiedade o mais prevalente. Entre os portadores de asma não controlada, os transtornos estavam presentes em 92%, ao passo que entre aqueles com asma controlada a prevalência foi de 47%. Não houve, no entanto, associação significativa entre idade, sexo, alterações espirométricas e o controle da asma. Ao final do estudo, não foi possível definir claramente a relação causa-consequência entre controle da asma e os transtornos psiquiátricos, apesar da evidente associação encontrada, sendo necessário, portanto, novos estudos para tal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina Cunha Rocha, Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais

Acadêmica de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, Belo Horizonte - MG. 

Ana Luísa Rodrigues da Silveira, Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais

Acadêmica de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, Belo Horizonte - MG. 

Flávia Cardoso Schaper, Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais

Docente do Curso de Fisioterapia da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais, Belo Horizonte - MG.

Júnia Rios Garib, Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais

Docente do Curso de Medicina da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais, Belo Horizonte - MG.

Nillo Akizo Barros, Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais

Acadêmico de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, Belo Horizonte - MG.

Referências

Pizzichini MMM, Carvalho-Pinto RM, Cançado JED, Rubin AS, et al. Recomendações para o manejo da asma da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. J Bras Pneumol. 2020;46(1):e20190307. doi: https://doi.org/10.1590/1806-3713/e20190307.

Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia para o manejo da asma - 2012. J Bras Pneumol. 2012;38(1):S1-S46. Disponível em: http://www.jornaldepneumologia.com.br/detalhe_suplemento.asp?id=88.

Global Initiavite for Asthma (GINA). 2019 Pocket Guide for Asthma Management and Prevention. Available from: https://ginasthma.org/pocket-guide-for-asthma-management-and-prevention/.

Vieira AA, Santoro IL, Dracoulakis S, Caetano LB, Fernandes ALG. Ansiedade e depressão em pacientes com asma: impacto no controle da asma. J Bras Pneumol. 2011;37(1):13-8. doi: https://doi.org/10.1590/S1806-37132011000100004.

Ciprandi G, Schiavetti I, Rindone E, Ricciardolo FL. The impact of anxiety and depression on outpatients with asthma. Ann Allergy Asthma Immunol. 2015;115(5):408-14. doi: https://doi.org/10.1016/j.anai.2015.08.007.

Gonçalves, AMC, Teixeira MTB, Gama JRA, Lopes CS, Silva AG, Gamarra CJ, Duque KCD, Machado MLSM. Prevalência de depressão e fatores associados em mulheres atendidas pela Estratégia de Saúde da Família. J Bras Psiquiatr. 2018;67(2):101-9. doi: https://doi.org/10.1590/0047-2085000000192.

Roxo JPF, Ponte EV, Ramos DCB, Pimentel L, Júnior AD, Cruz AA. Validação do Teste de Controle da Asma em português para uso no Brasil. J Bras Pneumol. 2010;36(2):159-66. doi: https://doi.org/10.1590/S1806-37132010000200002.

Akinbami LJ, Moorman JE, Liu X. Asthma prevalence, health care use, and mortality: United States, 2005–2009. National Health Statistics Reports. 2012;(32):1-14. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21355352.

Zillmer LR, Gazzotti MR, Nascimento OA, Montealegre F, Fish J, Jardim JR. Diferenças entre os sexos na percepção de asma e sintomas respiratórios em uma amostra populacional em quatro cidades brasileiras. J Bras Pneumol. 2014;40(6):591-8. doi: https://doi.org/10.1590/S1806-37132014000600002.

Di Marco F, Verga M, Santus P, Giovannelli F, Busatto P, Neri M, et al. Close correlation between anxiety, depression, and asthma control. Respir Med. 2010;104(1):22-8. doi: https://doi.org/10.1016/j.rmed.2009.08.005.

Pessôa CLC, Milanez AI, Aguiar GPM, Rabelo LKO, Rigolon LPJ. Impacto da ansiedade e depressão no controle da asma. Rev Bras Neurol Psiquiatr. 2019;23(1):4-13. Disponível em: https://www.revneuropsiq.com.br/rbnp/article/view/402/17.

Ponte E, Franco RA, Souza-Machado A, Souza-Machado C, Cruz AA. Impacto de um programa para o controle da asma grave na utilização de recursos do Sistema Único de Saúde. J Bras Pneumol 2007;33(1):15-9. doi: https://doi.org/10.1590/S1806-37132007000100006.

Marcolino JAM, Mathias LAST, Filho LP, Guaratini AA, TSA, Suzuki FM, Alli LAC. Escala hospitalar de ansiedade e depressão: estudo da validade de critério e da confiabilidade com pacientes no pré-operatório. Rev Bras Anestesiol. 2007;57(1):52-62. doi: https://doi.org/10.1590/S0034-70942007000100006.

Yang Q. Effect of anxiety and depression on pulmonary function as well as airway inflammation and remodeling in patients with bronchial asthma. J Hainan Med Univ. 2017;23:29-32. doi: doi.org/10.13210/j.cnki.jhmu.20170906.018.

Pereira, CAC. Diretrizes para testes de função pulmonar - espirometria. J Bras Pneumol. 2002;28(3):1-82. Disponível em: http://www.jornaldepneumologia.com.br/details-supp/45.

Valença AM, Falcão R, Freire RC, Nascimento I, Nascentes R, Zin AW, et al. The relationship between the severity of asthma and comorbidites with anxiety and depressive disorders. Rev Bras Psiquiatr. 2006;28(3):206-8. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462006005000005.

Carr TF, Altisheh R, Zitt M. Small airways disease and severe asthma. World Allergy Organ J. 2017;10(1):20. doi: https://doi.org/10.1186/s40413-017-0153-4

Publicado

2021-05-20

Como Citar

Rocha, A. C. C., Silveira, A. L. R. da, Schaper, F. C., Garib, J. R., & Barros, N. A. (2021). Impacto dos transtornos depressivo e de ansiedade no controle da asma. Revista De Medicina, 100(2), 128-134. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i2p128-134

Edição

Seção

Artigos/Articles