Investigação clínica de lesão expansiva retroperitoneal sugestiva de Tumor de Frantz: relato de caso e revisão de literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i5p508-513

Palavras-chave:

Cistadenocarcinoma Mucinoso, Neoplasia Pancreática, Espaço retroperitoneal

Resumo

Introdução: As neoplasias pancreáticas representam 2% dos cânceres diagnosticados no Brasil e são responsáveis por 4% das mortes por neoplasia. Cerca de 10% a 15% dos casos são representados por neoplasias pancreáticas císticas. Objetivo: É apresentado um caso de lesão expansiva retroperitoneal sugestiva de tumor de Frantz cujo laudo anatomopatológico mostrou cistadenocarcinoma mucinoso. Relato de caso: Mulher, 30 anos, com queixa de perda de peso importante e sintomas obstrutivos do trato gastrointestinal com evolução progressiva em 6 meses. Não apresentava nenhuma comorbidade. Exames laboratoriais sem alterações. A tomografia computadorizada evidenciou lesão expansiva cística complexa retroperitoneal no mesogástrio/hipocôndrio esquerdo, em íntima relação com o corpo/cauda do pâncreas. Foi submetida à ressecção do tumor com pancreatectomia distal. Paciente apresentou boa evolução pós-operatória, com melhora dos sintomas gastrointestinais. A análise anatomopatológica evidenciou histologia compatível com neoplasia cística mucinosa pancreática, com displasia epitelial leve a acentuada e áreas de cistadenocarcinoma mucinoso, moderadamente diferenciado, de alto grau. Discussão: Das neoplasias pancreáticas císticas, o subtipo mais comum é o cistoadenocarcinoma mucinoso, que pode ser maligno ou benigno na avaliação diagnóstica e, às vezes, sugerir possibilidade de malignização. Existem outros tipos como o cistoadenoma seroso, cistoadenoma mucinoso, neoplasia intraductal mucinosa papilífera e o tumor de Frantz. Esse último apresenta crescimento lento e manifestações clínicas inespecíficas, sendo diagnosticado frequentemente quando possui grandes dimensões. Conclusão: Tratava-se de um caso de cistadenocarcinoma mucinoso invasor de pâncreas com apresentação atípica, semelhante ao Tumor de Frantz. O diagnóstico tornou-se possível através do estudo anatomopatológico, mostrando-se fundamental para o diagnóstico diferencial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thaís Oliveira Dupin, Universidade Federal de São João del Rei - UFSJ

Acadêmica do curso de medicina da Universidade Federal de São João del Rei campus Centro Oeste – UFSJ CCO

Alan de Castro Nunes, Universidade Federal de São João del Rei - UFSJ

Acadêmico do curso de medicina da Universidade Federal de São João del Rei campus Centro Oeste – UFSJ CCO

André Luís de Oliveira Silveira, Universidade Federal de São João del Rei - UFSJ

Acadêmico do curso de medicina da Universidade Federal de São João del Rei campus Centro Oeste – UFSJ CCO

Paula Fontes Lelis, Universidade Federal de São João del Rei - UFSJ

Acadêmica do curso de medicina da Universidade Federal de São João del Rei campus Centro Oeste – UFSJ CCO

Cirênio de Almeida Barbosa, Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Medicina

Professor adjunto da Escola de Medicina da Universidade Federal de Ouro Preto/MG; Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - TCBC; Título de Especialista em Cirurgia do Aparelho Digestivo – TECAD pelo  Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva

Weber Chaves Moreira

Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - TCBC

Referências

Meyer MECS, Dalagnol RC, Brusa MGS, Shiozawa MBC, Paulo GG, Paulo MC. Cistoadenocarcinoma de pâncreas: relato de caso e revisão de literatura. ACM Arq Catarin Med. 2010;39(2):79-82. http://www.acm.org.br/revista/pdf/artigos/806.pdf

Falqueto A, Pelandré GL, Costa MZG, Nacif MS, Marchiori E. Prevalência de lesões císticas pancreáticas em exames de imagem e associação com sinais de risco de malignidade. Radiol Bras. 2018;51(4):218–24. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0100-3984.2017.0105

Artifon ELA, Buch M, Bonini L, DPS Aparicio. Lesões Císticas do Pâncreas. GED Gastroenterol Endosc Dig. 2013:32(4):111-9. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/0101-7772/2013/v32n4/a5007.pdf

Bolaños FB, Bejarano HL, Briceño LR, Alva BS, Flores ES, Rojas LT, et al. Tumor sólido pseudopapilar de páncreas: tumor de Frantz. Horiz Med. 2018;18(2):80-5. doi: http://dx.doi.org/10.24265/horizmed.2018.v18n2.12

Torres OJM, Rezende MB, Waechter FL, Neiva RF, Moraes-Junior JMA, Torres CCS, et al. Duodenopancreatectomia para o tumor pseudopapilar sólido do pâncreas: estudo multi-institucional. ABCD Arq Bras Cir Dig. 2019;32(2):e1442. doi: /10.1590/0102-672020190001e1442.

Filho HFM, Goes ACAM. Lesões císticas do pâncreas: uma revisão de literatura. Rev Med UFC. 2017;57(3):41-6. doi: 10.20513/2447-6595.2017v57n3p41-46.

Jakhlal N, Njoumi N, Hachi H, Bougtab A. Tumeur pseudopapillaire et solide du pancréas: à propos d’un cas et revue de la littérature. Pan Afr Med J. 2016;24:104. doi: 10.11604/pamj.2016.24.104.8301.

Partezani AD, Mattar GG, Zatz RF, Ijichi TR, Moricz A, Campos T, et al. Tumor de Frantz: um caso raro com características não habituais. Arq Med Hosp Fac Cienc Med Santa Casa São Paulo. 2013;58:46-9. Disponível em: https://arquivosmedicos.fcmsantacasasp.edu.br/index.php/AMSCSP/article/view/221

Nachulewicz P, Rogowski B, Obel M, Woźniak J. Central pancreatectomy as a good solution in Frantz tumor resection: a case report. Medicine (Baltimore). 2015;94(29):e1165. doi: 10.1097/MD.0000000000001165.

Publicado

2021-12-10

Como Citar

Dupin, T. O., Nunes, A. de C., Silveira, A. L. de O., Lelis, P. F., Barbosa, C. de A., & Moreira, W. C. (2021). Investigação clínica de lesão expansiva retroperitoneal sugestiva de Tumor de Frantz: relato de caso e revisão de literatura. Revista De Medicina, 100(5), 508-513. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i5p508-513

Edição

Seção

Relato de Caso/Case Report