Análise comparativa sobre as alterações radiológicas ocasionadas pelos vírus SARS-CoV E SARS-CoV-2: uma revisão de literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i4p380-390

Palavras-chave:

Infecções por Coronavirus, Radiografia, Tomografia computadorizada, COVID-19

Resumo

 No final de 2019 um novo coronavírus denominado SARS-CoV-2 surgiu em Wuhan, na China e foi responsável por uma pandemia com repercussões sem precedentes. Entretanto, sabe-se que há cerca de 20 anos, em 2002, o país teve uma epidemia de outro coronavírus, o SARS-CoV, sendo que seus portadores apresentaram quadro clínico muito semelhante aos infectados pelo novo vírus. Além da clínica, a apresentação radiológica, de maneira geral, também é similar. Dessa forma, o presente estudo tem como objetivo a análise e comparação das alterações radiológicas presentes em ambas as infecções, bem como a produção científica acerca desses achados, por meio de uma revisão da literatura. A busca pelo referencial teórico ocorreu em agosto de 2020 por meio das bases de dados da Scielo, Medscape e PubMed, além de protocolos médicos. Após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão foram selecionados vinte e um artigos que atenderam o objetivo da pesquisa e cinco protocolos. As alterações radiológicas do SARS-CoV e SARS-CoV-2 são, de forma geral, semelhantes, embora, há algumas diferenças, em relação a virulência e ao grau de progressão do acometimento pulmonar. Quanto ao melhor método de imagem, a radiografia pode se sobressair como uma ferramenta mais barata e acessível, levando em consideração a sobrecarga dos serviços de saúde no contexto de uma pandemia mundial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Caixeta Loureiro, Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM)

Acadêmico do Curso de Medicina do Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM)

Amanda Mendonça de Brito, Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM)

Discente do Curso de Medicina do Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM). 

Isabella Caixeta Borges, Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais (FCMMG)

Discente do Curso de Medicina da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais (FCMMG)

Andréia de Albuquerque Freitas, Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais (FCMMG)

Docente Assistente da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais (FCMMG) e Mestre em Ciências da Saúde.  

Ana Flávia Bereta Coelho Guimarães, Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM)

Docente do Curso de Medicina de Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM). 

Referências

Chate RC, Fonseca EKUN, Passos RBD, da Silva Teles GB, Shoji H, Szarf G. Presentation of pulmonary infection on ct in covid-19: Initial experience in Brazil. J Bras Pneumol. 2020;46(2):2–5. doi: 10.36416/1806-3756/e20200121.

CBR D de RT-C. Guia CBR - Recomendações de uso de métodos de imagem para pacientes suspeitos de infecção pelo COVID-19. Versão 3. Colégio Bras Radiol e Diagnóstico por Imagem - CBR. 2020;(Versão 3-09/06/2020) [citado nov. 2020]. Disponível em: https://cbr.org.br/wp-content/uploads/2020/06/Recomendacoes-de-uso-de-metodos-de-imagem-para-pacientes-suspeitos-de-infeccao-pelo-COVID19_v3.pdf.

CBR D de RT. Guia CBR - Achados de imagem na COVID-19 - Indicação e interpretação - Versão 2. Colégio Bras Radiol e Diagnóstico por Imagem - CBR. 2020;(Versão 2-21/03/2020) [citado nov. 2020]. Disponível em: https://cbr.org.br/wp-content/uploads/2020/03/Interpretac%CC%A7a%CC%83o-dos-achados-de-imagem_21_03_20.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Protocolo de Manejo Clínico para o Novo Coronavírus (2019-nCoV). Brasília: Ministério da Saúde; 2020 [citado nov. 2020]. Disponível em: https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2020/fevereiro/11/protocolo-manejo-coronavirus.pdf.

World Health Organization (WHO). WHO guidelines for the global surveillance of severe acute respiratory syndrome (SARS) Updated recommendations, October 2004. Dep Commun Dis Surveill Response. Geneve; 2004 [cited 2020 November]. Available from: http://www.who.int/csr/resources/publications/WHO_CDS_CSR_ARO_2004_1.pdf.

Organização Mundial da Saúde. Folha informativa COVID-19: OMS no Brasil. Brasília; 2020 [citado nov. 2020]. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19.

Correia V, Albuquerque S. Severe Acute Respiratory Syndrome (SARS) A primeira doença grave transmissível do séc. XXI [licenciatura]. Portugal: Universidade de Évora; 2004 [citado Nov. 2020]. Available from: http://home.uevora.pt/~sinogas/TRABALHOS/2004/SARS.pdf.

Halaji M, Farahani A, Ranjbar R, Heiat M, Dehkordi FS. Emerging coronaviruses: First SARS, second MERS and third SARS-COV-2. Epidemiological updates of COVID-19. Infez Med (Italy). 2020;28:6–17.

Liya G, Yuguang W, Jian L, Huaiping Y, Xue H, Jianwei H, et al. Studies on viral pneumonia related to novel coronavirus SARS-CoV-2, SARS-CoV, and MERS-CoV: a literature review. Apmis. 2020;128(6):423–32. doi: 10.1111/apm.13047

De Oliveira Lima CMA. Informações sobre o novo coronavírus (COVID-19) [Editorial]. Radiol Bras. 2020;53(2):v–vi. doi: 10.1590/0100-3984.2020.53.2e1.

Carotti M, Salaffi F, Sarzi-Puttini P, Agostini A, Borgheresi A, Minorati D, et al. Chest CT features of coronavirus disease 2019 (COVID-19) pneumonia: key points for radiologists. Radiol Med. 2020;125(7):636-46. doi: 10.1007/s11547-020-01237-4.

Grupo Força Colaborativa Covid-19 Brasil. Orientações sobre diagnóstico, tratamento e isolamento de pacientes com COVID-19. Versão 1-13/04/2020 [citado nov. 2020]. Disponível em: https://cbr.org.br/wp-content/uploads/2020/04/Covid-Recomendac%CC%A7a%CC%83o-Forc%CC%A7a-Tarefa-min.pdf.

Pádua L, Farias G, Strabelli DG. Pneumonia por COVID-19 e o sinal do halo invertido. J Bras Pneumol. 2020;46(2):20200131. doi: 10.36416/1806-3756/e20200131.

Hui DSC, Zumla A. Severe acute respiratory syndrome: historical, epidemiologic, and clinical features. Infect Dis Clin. N Am. 2019;33:869-89. doi: 10.1016/j.idc.2019.07.001.

Rabaan AA, Al-Ahmed SH, Haque S, Sah R, Tiwari R, Malik YS, et al. SARS-CoV-2, SARS-CoV, and MERS-CoV: A comparative overview. Infez Med (Italy). 2020;28(2):174-84.

Rainer TH, Cameron PA, Smit DV, Ong KL, Hung ANW, Nin DCP, et al. Evaluation of WHO criteria for identifying patients with severe acute respiratory syndrome out of hospital: prospective observational study. Br Med J. 2003;326(7403):1354-8. doi: 10.1136/bmj.326.7403.1354.

Avendano M, Derkach P, Swan S. Clinical course and management of SARS in health care workers in Toronto: A case series. CMAJ (Toronto). 2003;168(13):1649–60. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC161610.

Gralinski LE, Menachery VD. Return of the Coronavirus: 2019-nCoV. Viruses. 2020;12(2):135. doi: 10.3390/v12020135.

1Araujo-Filho J de AB, Sawamura MVY, Costa AN, Cerr GG, Nomura CH. Pneumonia por COVID-19: qual o papel da imagem no diagnóstico? J Bras Pneumol. 2020;46(2):e20200114. doi: 10.36416/1806-3756/e20200114.

Muniz BC, Milito MA, Marchiori E. Covid-19-computed tomography findings in two patients in petrópolis, Rio de Janeiro, Brazil. Rev Soc Bras Med Trop (Rio de Janeiro). 2020;53:20200147. doi: 10.1590/0037-8682-0147-2020.

Guarner J. Three Emerging Coronaviruses in Two Decades: The Story of SARS, MERS, and Now COVID-19. Am J Clin Pathol (Atlanta). 2020;153(4):420–1. doi:10.1093/AJCP/AQAA029.

de Farias L de PG, Fonseca EKUN, Strabelli DG, Loureiro BMC, Neves YCS, Rodrigues TP, et al. Imaging findings in COVID-19 pneumonia. Clinics. 2020;75:1–8. doi:10.6061/clinics/2020/e2027.

Yoon SH, Lee KH, Kim JY, Lee YK. Chest Radiographic and CT Findings of the 2019 Novel Coronavirus Disease (COVID-19): Analysis of Nine Patients Treated in Korea. Korean J Radiol. 2020;21(4):494–500. doi: 10.3348/kjr.2020.0132.

Páez-granda D, Chicaiza M, Saritama G. Diagnóstico de pacientes con sospecha de COVID-19:¿ Cuál es el rol de la TC de tórax?. Med Clin (Barc). 2020;(January). doi: 10.1016/j.medcli.2020.04.001.

Yuen Frank Wong H, Yin Sonia Lam H, Ho-Tung Fong A, Ting Leung S, Wing-Yan Chin T, Shing Yen Lo C, et al. Frequency and distribution of chest radiographic findings in COVID-19 positive patients authors. Radiology. 2020;296(2):E72-E78. doi:10.1148/radiol.2020201160.

Sánchez-oro R, Torres J. La radiología en el diagnóstico de la neumonía por SARS-CoV-2 (COVID-19). Med Clin (Barc). 2020;155(1):36-40. doi: 10.1016/j.medcli.2020.03.004.

Moreira BL, D’Almeida Brotto MP, Marchiori E. Chest radiography and computed tomography findings from a brazilian patient with covid-19 pneumonia. Rev Soc Bras Med Trop (Rio de Janeiro). 2020;53:2–3. doi: 10.1590/0037-8682-0134-2020.

Nogueira JMR; Silva LOP. Diagnóstico laboratorial da COVID-19 no Brasil. Rev Bras Análises Clín (RBAC). 2020;52(2):117-21. doi: 10.21877/2448-3877.20200007.

Publicado

2021-10-04

Como Citar

Loureiro, J. C. ., Brito, A. M. de ., Borges, I. C. ., Freitas, A. de A., & Guimarães, A. F. B. C. (2021). Análise comparativa sobre as alterações radiológicas ocasionadas pelos vírus SARS-CoV E SARS-CoV-2: uma revisão de literatura. Revista De Medicina, 100(4), 380-390. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i4p380-390

Edição

Seção

Artigos de Revisão/Review Articles