Qualidade do sono de escolares saudáveis: registro de cinco casos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i5p519-523

Palavras-chave:

Criança, Sono, Diagn´óstico, Polissonografia, Poligrafia, Síndromes da apneia do sono

Resumo

Introdução: a qualidade do sono é um aspecto fundamental do desenvolvimento infantil, pois quando prejudicada, pode ter como consequência eventos patológicos que acometem a qualidade de vida e o desenvolvimento da criança. Objetivo: apresentar o registro de dados da poligrafia durante o sono de um grupo de escolares hígidos. Metodologia: relatou-se o registro de cinco casos de escolares saudáveis que foram avaliados por meio de poligrafia noturna domiciliar (PND) e o questionário Sleep Behaviour Questionaire (SBQ). Também foi realizada antropometria, espirometria e aplicado o questionário International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC). Resultados: A idade média dos casos analisados foi de 10,8±1,78 anos (1 menino) e o índice de massa corporal (IMC) 18,94±2,45 cm/m2. O tempo médio de registro na PND foi de 430 minutos (7,1 horas), com média de saturação de pulso de oxigênio de 95,8%, e frequência cardíaca de 64,3 bpm. O índice de apneia e hipopneia (IAH) variou entre 2 e 4,3 por hora (média de 2,9/hora) e, quando analisados somente os eventos na posição supina, a média do IAH foi de 3,38/hora. Todas as crianças apresentaram ronco noturno, com grande variação entre elas (4-63 episódios de roncos/ noite) e o SBQ pontuou valor sugestivo de distúrbio respiratório do sono (DRS) de caráter leve (média de 42,8 pontos). Conclusão: os escolares hígidos analisados manifestaram sintomas e indicativos de DRS, como apneia do sono leve, segundo os instrumentos utilizados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bianca Dana Horongozo Itaborahy , Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC

Mestre em Fisioterapia pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Florianópolis.

Tayná Castilho , Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC

Mestre em Fisioterapia pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Florianópolis.

Gabriela Castilhos Ducati, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Estudante de Fisioterapia, Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Florianópolis.

Camila Isabel Santos Schivinski , Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC

Doutora em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora efetiva do curso de Graduação e Pós-Graduação em Fisioterapia da UDESC, Florianópolis, SC

Referências

Zancanella E, Haddad FM, Oliveira LAMP, Nakasato A, Duarte BB, Soares CFP, et al. Apneia obstrutiva do sono e ronco primário: Diagnóstico. Braz J Otorhinolaryngol. 2014;80(1):1–16. doi: http://dx.doi.org/10.5935/1808-8694.2014S001.

Yan X hong, Zhao Y, Wang J, Shen T, Yang W, Qiao Y, et al. Associations among sleep symptoms, physical examination, and polysomnographic findings in children with obstructive sleep apnea. Eur Arch Oto-Rhino-Laryngol. 2020;277(2):623-30. doi: https://doi.org/10.1007/s00405-019-05719-8.

Koinis-Mitchell D, Kopel SJ, Seifer R, LeBourgeois M, McQuaid EL, Esteban CA, et al. Asthma-related lung function, sleep quality, and sleep duration in urban children. Sleep Heal. 2017;3(3):148–56. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.sleh.2017.03.008

Reiter J, Gileles-Hillel A, Cohen-Cymberknoh M, Rosen D, Kerem E, Gozal D, et al. Sleep disorders in cystic fibrosis: a systematic review and meta-analysis. Sleep Med Rev. 2020;51:101279. doi: https://doi.org/10.1016/j.smrv.2020.101279.

Maggio ABR, Beghetti M, Cao Van H, Grasset Salomon C, Barazzone-Argiroffo C, Corbelli R. Home respiratory polygraphy in obstructive sleep apnea syndrome in children: comparison with a screening questionnaire. Int J Pediatr Otorhinolaryngol. 2021;143. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.ijporl.2021.110635.

Sánchez T, Castro-Rodríguez JA, Brockmann PE. Sleep-disordered breathing in children with asthma: A systematic review on the impact of treatment. J Asthma Allergy. 2016;9:83–91. doi: 10.2147/JAA.S85624.

Moreira G, Haddad F, Bittencourt L. Recomendações para o diagnóstico e tratamento da síndrome da apneia obstrutiva do sono na criança e no adolescente. São Paulo: Estação Brasil; 2013.

Solé D, Vanna A, Yamada E, Rizzo M, Naspitz C. International study of asthma and allergies in childhood (ISAAC) written questionnaire: validation of the asthma component among Brazilian children. J Investig Allergol Clin Immunol. 1998;8:376–82. doi:10.1590/S1806-37132005000200001.

Batista BHB, Nunes ML. Validação para língua portuguesa de duas escalas para avaliação de hábitos e qualidade de sono em crianças. J Epilepsy Clin Neurophysiol. 2006;12(3):143–8. doi: http://dx.doi.org/10.1590/s1676-26492006000500006.

Maçãira EF, Algranti E, Stelmach R, Ribeiro M, Patrocínio Tenório Nunes M DO, Medina Coeli Mendonça E, et al. Determining the score and cut-off point that would identify asthmatic adults in epidemiological studies using the asthma module of the International Study of Asthma and Allergies in Childhood questionnaire. J Bras Pneumol. 2005;31(6):477–85. doi: http://dx.doi.org/10.1590/s1806-37132005000600004.

Graham BL, Steenbruggen I, Barjaktarevic IZ, Cooper BG, Hall GL, Hallstrand TS, et al. Standardization of spirometry 2019 update an official American Thoracic Society and European Respiratory Society technical statement. Am J Respir Crit Care Med. 2019;200(8):70–88. doi: http://dx.doi.org/10.1164/rccm.201908-1590st.

Polgar G, Promadhat V. Pulmonary function testing in children: techniques and standards. Philadelphia: Saunders; 1971. doi: http://dx.doi.org/10.1164/arrd.1979.120.3.625.

Knudson RJ, Slatin RC, Lebowitz MD BB. The maximal expiratory flow-volume curves. Normal standards variability and effect of age. Am Rev Respir Dis. 1976;113(5). doi: http://dx.doi.org/10.1164/arrd.1976.113.5.587.

Pessoa JHL, Pereira Jr JC, Alves RSC. Distúrbios do Sono na Criança e no Adolescente. Uma Abordagem para Pediatras. São Paulo: Atheneu; 2015.

Tan HL, Kheirandish-Gozal L, Gozal D. Pediatric home sleep apnea testing slowly getting th ere! Chest. 2015;148(6):1382–95. doi: http://dx.doi.org/10.1378/chest.15-1365.

Kapur VK, Auckley DH, Chowdhuri S, Kuhlmann DC, Mehra R, Ramar K, et al. Clinical practice guideline OSA american academy. J Clin Sleep Med. 2017;13(3):479–504. doi: http://dx.doi.org/10.5664/jcsm.6506.

Montgomery-Downs HE, O’Brien LM, Gulliver TE, Gozal D. Polysomnographic characteristics in normal preschool and early school-aged children. Pediatrics. 2006;117(3):741–53. doi: http://dx.doi.org/10.1542/peds.2005-1067.

Publicado

2021-12-10

Como Citar

Itaborahy , B. D. H., Castilho , T., Ducati, G. C., & Schivinski , C. I. S. (2021). Qualidade do sono de escolares saudáveis: registro de cinco casos. Revista De Medicina, 100(5), 519-523. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i5p519-523

Edição

Seção

Relato de Caso/Case Report