Variáveis associadas ao desfecho clínico de pacientes hospitalizados por COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i5p431-441

Palavras-chave:

COVID-19, Novo Coronavírus 2019-nCov, Comorbidade, Medidas de associação, Exposição, Risco ou desfecho, Pacientes hospitalizados

Resumo

Introdução: Compreender a fisiopatologia da COVID-19 e fatores associados à evolução grave dessa doença é primordial para o estabelecimento de melhores condutas preventivas, diagnósticas e terapêuticas no combate ao novo coronavírus. Objetivo: Identificar as características sociodemográficas e clínicas associadas ao desfecho clínico de pacientes hospitalizados com diagnóstico de COVID-19 em um serviço privado de um município do interior paulista. Método: Incluíram-se os dados sociodemográficos e clínicos de 117 pacientes hospitalizados com diagnóstico de COVID-19, atendidos no período de julho a dezembro de 2020. Os dados foram analisados por meio do teste não paramétrico Qui-Quadrado de Pearson e o Teste Exato de Fisher, com adoção do nível de significância estatística de 5% (p<0,05). Resultados: A maior parte dos pacientes hospitalizados pertencia ao sexo masculino, com idade entre 61 a 70 anos, permaneceu em enfermaria por 8,7 dias sendo que 29,9% evoluíram para óbito. Hipertensão arterial e baixa saturação de oxigênio representaram, respectivamente, a comorbidade e o fator de gravidade mais frequentes. Identificou-se associação entre a variável desfecho com as variáveis idade superior a 64 anos e alteração da função renal. Conclusões: Entre pacientes hospitalizados com diagnóstico de COVID-19, o desfecho clínico associou-se aos fatores de gravidade, faixa etária e alteração da função renal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vagner Luís Desiderio, Sermed Saúde Ltda

Angiologista e cirurgião Vascular, especialista em patologias Venosas e Arteriais . Diretor Clínico da Sermed-Saúde. Ltda.Residencia Médica em Cirurgia Geral na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto USP de 1987 a !989. Residencia em Cirurgia Vascular e Angiologia no Hospices Civil de Strasbourg Service Prof, Rene Kieny de 1989(Março) a 1989(dez). Titulo de especialista em Angiologia pela SBACV 2003.Titulo de especialista em Cirurgia Vascular pela SBACV 2003. Especialização em cirurgia Endovascular na Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo

 

Vania Fabio, Sermed Saúde Ltda

Enfermeira com vasta experiência em UTI. Atua na área de Gestão da Qualidade e Segurança do Paciente

 

Evelin Capellari Carnio, Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Graduada em Enfermagem pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP-USP) (1988). Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica (1988). Mestrado (1993) e Doutorado (1997) ambos no Programa de Pós-graduação em Fisiologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP). Livre Docente em Enfermagem pela EERP-USP (2003). Estagiou no Hospital Hotel-Dieu de Montreal durante o doutorado (Bolsa Sanduiche 1994 a 1995). Pós-doutorado na Universidade de Calgary-Canada (2004 a 2005). Atualmente é Professor Titular do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da EERP-USP. É Chefe do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da EERP-USP e Editor Científico da Revista Latino-Americana de Enfermagem Desenvolve pesquisas na área de Enfermagem Geral com ênfase no controle da temperatura corporal e pressão arterial durante a sepse. Coordenadora do Laboratório de Pesquisa em Fisiologia da EERP-USP. Líder do grupo de pesquisa de Fisiologia Aplicada à Enfermagem. Professora e orientadora do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Fundamental da EERP-USP (Conceito CAPES-7) e do Programa de Pós-graduação em Fisiologia da FMRP-USP.

Simone de Godoy, Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeira (1994); Licenciada em Enfermagem (1995); Mestre em Enfermagem (2002); Doutora em Ciências (2010) pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, respectivamente. É Professor Doutor na Área de Conhecimento Fundamentos de Enfermagem, do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da EERP-USP. Editora-Associada da Revista Prevenção de Infecção e Saúde - REPIS (2021-atual). Atua principalmente nos temas: telenfermagem, uso de tecnologias na educação, ambientes virtuais de aprendizagem, simulação no ensino de enfermagem e doenças crônicas não transmissíveis.

Hadder Batista Silva, Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Enfermeiro (2019) pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP-USP), Centro Colaborador da OPAS/OMS para o Desenvolvimento da Pesquisa em Enfermagem. Foi representante discente durante os quatro anos de graduação exercendo atividades de gestão para o desenvolvimento do curso de Bacharelado em Enfermagem. Foi aluno de iniciação científica (2016 - 2018) , bolsista FAPESP, . Recebeu Menção Honrosa (2017) pelo desempenho e trabalho desenvolvido durante o XXVI Curso de Verão de Fisiologia e Farmacologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Foi aprovado por Mérito Acadêmico para ser estagiário do Serviço de Pós-Graduação da EERP-USP (2018 - 2019). Diretor-Fundador (2018) da Liga de Neurologia e Neurociências (LANN) da EERP-USP. Membro efetivo do Laboratório de Fisiologia de Inflamação Sistêmica (LFIS) do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da EERP-USP. Membro da Sociedade Brasileira de Fisiologia (SBFis) desde 2019. Foi Enfermeiro de Pesquisa no Núcleo de Apoio ao Pesquisador do Instituto de Pesquisa do Hospital de Câncer de Barretos, onde desenvolveu pesquisas clínicas sobre a COVID-19, publicadas em periódicos de alto fator de impacto. Atualmente é aluno de Doutorado Direto no Programa de Pós-Graduação Enfermagem Fundamental (CAPES-7) da EERP-USP

Leila Maria Marchi-Alves, Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Graduada em Enfermagem (1988) pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP-USP); Mestre (2002) e Doutor em Enfermagem (2006) pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Fundamental pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP. Atualmente é Professor Associado do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da EERP-USP. Vice-lider do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Hipertensão Arterial (GIPHA) e membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Comunicação e Enfermagem (GEPECOPEn). Diretor Executivo da Fundação Instituto de Enfermagem de Ribeirão Preto (2013-2016/2017-2020). Tem experiência na área de Fundamentos de Enfermagem e Fisiologia Humana, atuando na linha de pesquisa: O cuidar de adultos e idosos.

Referências

World Health Organization. Coronavirus disease (COVID-19) pandemic, 2021. Available from: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019.

Brasil. Ministério da Saúde. Painel Coronavírus. Brasília, DF; 2021. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/.

Brasil. Ministério da Saúde. Diretrizes para diagnóstico e tratamento da COVID-19. Brasília, DF; 2020. Disponível em: https://saude.rs.gov.br/upload/arquivos/202004/14140600-2-ms-diretrizes-covid-v2-9-4.pdf.

Vandenberg O, Martiny D, Rochas O, van Belkum A, Kozlakidis Z. Considerations for diagnostic COVID-19 tests. Nat Rev Microbiol. 2021;19(3):171-83. doi: 10.1038/s41579-020-00461-z.

Verity R, Okell LC, Dorigatti I, Winskill P, Whittaker C, Imai N, et al. Estimates of the severity of coronavirus disease 2019: a model-based analysis. Lancet Infect Dis. 2020;20(6):669-77. doi: 10.1016/S1473-3099(20)30243-7.

Bonanad C, García-Blas S, Tarazona-Santabalbina F, Sanchis J, Bertomeu-González V, Fácila L, et al. The effect of age on mortality in patients with COVID-19: a meta-analysis with 611,583 subjects. J Am Med Dir Assoc. 2020;21(7):915-8. doi: 10.1016/j.jamda.2020.05.045.

Centers for Disease Control and Prevention. CDC updates, expands list of people at risk of severe COVID-19 illness. United States; 2020. Available from: https://www.cdc.gov/media/releases/2020/p0625-update-expands-covid-19.html.

Walls AC, Park Y-J, Tortorici MA, Wall A, McGuire AT, Veesler D. Structure, function, and antigenicity of the SARS-CoV-2 spike glycoprotein. Cell. 2020;181(2):281-292.e6. doi: 10.1016/j.cell.2020.02.058.

Tavares CAM, Avelino-Silva TJ, Benard G, Cardozo FAM, Fernandes JR, Girardi ACC, et al. Alterações da ECA2 e fatores de risco para gravidade da COVID-19 em pacientes com idade avançada. Arq Bras Cardiol. 2020;115(4):701-7. Disponível em: http://abccardiol.org/en/article/ace2-expression-and-risk-factors-for-covid-19-severity-in-patients-with-advanced-age/

Bao J, Li C, Zhang K, Kang H, Chen W, Gu B. Comparative analysis of laboratory indexes of severe and non-severe patients infected with COVID-19. Clin Chim Acta. 2020;509:180-94. doi:10.1016/j.cca.2020.06.009

Dalia T, Lahan S, Ranka S, Acharya P, Gautam A, Goyal A, et al. Impact of congestive heart failure and role of cardiac biomarkers in COVID-19 patients: a systematic review and meta-analysis. Indian Heart J. 2021;73(1):91-8. doi: 10.1016/j.ihj.2020.12.002

Zeng F, Huang Y, Guo Y, Yin M, Chen X, Xiao L, et al. Association of inflammatory markers with the severity of COVID-19: A meta-analysis. Int J Infect Dis. 2020;96:467–74. doi: 10.1016/j.ijid.2020.05.055

Xavier AR, Silva JS, Almeida JPCL, Conceição JFF, Lacerda GS, Kanaan S. COVID-19: clinical and laboratory manifestations in novel coronavirus infection. J Bras Patol Med Lab. 2020;56:e3232020. https://doi.org/10.5935/1676-2444.20200049

Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Observatório COVID-19. Cobertura e positividade dos testes para SARS-CoV-2. Evolução, tendências recentes e recomendações. Nota Técnica 16, 28 de dezembro de 2020.

Johns Hopkins Coronavirus Resource Center. Which U.S. States meet recommended testing criteria? Baltimore: Johns Hopkins Coronavirus Resource Center; 2021. Available from: https://coronavirus.jhu.edu/testing/testing-positivity

WorldOMeter. COVID-19 coronavirus pandemic. Reported cases and deaths by country or territory [cited 06 August 2021]. Available from: https://www.worldometers.info/coronavirus/

Agência Brasil. Covid-19: boletim aponta aumento de 6% dos casos e 11% das mortes. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2020-12/covid-19-boletim-aponta-aumento-de-6-dos-casos-e-11-das-mortes

Ranzani OT, Bastos LSL, Gelli JGM, Marchesi JF, Baião F, Hamacher S, et al. Characterisation of the first 250 000 hospital admissions for COVID-19 in Brazil: a retrospective analysis of nationwide data. Lancet Respir Med. 2021;9(4):407-18. doi: 10.1016/S2213-2600(20)30560-9.

Richardson S, Hirsch JS, Narasimhan M, Crawford JM, McGinn T, Davidson KW, et al. Presenting characteristics, comorbidities, and outcomes among 5700 patients hospitalized with COVID-19 in the New York City Area. JAMA. 2020;323(20):2052-9. https://doi.org/10.1001/jama.2020.6775.

Nepomuceno MR, Acosta E, Alburez-Gutierrez D, Aburto JM, Gagnon A, Turra CM. Besides population age structure, health and other demographic factors can contribute to understanding the COVID-19 burden. Proc Natl Acad Sci. 2020;117(25):13881-3. doi: 10.1073/pnas.2008760117.

Lana RM, Coelho FC, Gomes MFC, Cruz OG, Bastos LS, Villela DAM, et al. Emergência do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e o papel de uma vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva. Cad Saude Publica. 2020;36(3):e00019620. https://doi.org/10.1590/0102-311x00019620

Killerby ME, Link-Gelles R, Haight SC, Schrodt CA, England L, Gomes DJ, et al. Characteristics associated with hospitalization among patients with COVID-19 — Metropolitan Atlanta, Georgia, March–April 2020. MMWR Morb Mortal Wkly Rep. 2020;69(25):790-4. doi: 10.15585/mmwr.mm6925e1.

Ruíz-Quiñonez JA, Guzmán-Priego CG, Nolasco-Rosales GA, Tovilla-Zarate CA, Flores-Barrientos OI, Narváez-Osorio V, et al. Features of patients that died for COVID-19 in a hospital in the south of Mexico: a observational cohort study. Di Gennaro F, editor. PLoS One. 2021;16(2):e0245394. doi: 10.1371/journal.pone.0245394.

Macedo MCF, Pinheiro IM, Carvalho CJL, Fraga HCJR, Araujo IPC, Montes SS, et al. Correlation between hospitalized patients’ demographics, symptoms, comorbidities, and COVID-19 pandemic in Bahia, Brazil. Adrish M, editor. PLoS One. 2020;15(12):e0243966. doi: 10.1371/journal.pone.0243966.

Wenham C, Smith J, Morgan R. COVID-19: the gendered impacts of the outbreak. Lancet. 2020;395(10227):846-8. doi: 10.1016/S0140-6736(20)30526-2.

Magalhães JJF, Mendes RPG, Silva CTA, Silva SJR, Guarines KM, Pena L. Epidemiological and clinical characteristics of the first 557 successive patients with COVID-19 in Pernambuco state, Northeast Brazil. Travel Med Infect Dis. 2020;38:101884. doi: 10.1016/j.tmaid.2020.101884.

Brasil. Ministério da Saúde. Sistema Único de Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Coronavírus Brasil. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/.

Shahbazi F, Solgi M, Khazaei S. Predisposing risk factors for COVID-19 infection: a case-control study. Casp J Intern Med. 2020;11(Suppl 1):495-500. doi: 10.22088/cjim.11.0.495

Zhao J, Yuan Q, Wang H, Liu W, Liao X, Su Y, et al. Antibody responses to SARS-CoV-2 in patients with novel coronavirus disease 2019. Clin Infect Dis. 2020;71(16):2027-34. doi: 10.1093/cid/ciaa344.

Nishiga M, Wang DW, Han Y, Lewis DB, Wu JC. COVID-19 and cardiovascular disease: from basic mechanisms to clinical perspectives. Nat Rev Cardiol. 2020;17(9):543-58. doi: 10.1038/s41569-020-0413-9.

Savoia C, Volpe M, Kreutz R. Hypertension, a moving target in COVID-19: current views and perspectives. Circ Res. 2021;128(7):1062-1079. doi:10.1161/CIRCRESAHA.121.318054

Shibata S, Arima H, Asayama K, Hoshide S, Ichihara A, Ishimitsu T, et al. Hypertension and related diseases in the era of COVID-19: a report from the Japanese Society of Hypertension Task Force on COVID-19. Hypertens Res. 2020;43(10):1028-46. doi: 10.1038/s41440-020-0515-0

Lim S, Bae JH, Kwon H-S, Nauck MA. COVID-19 and diabetes mellitus: from pathophysiology to clinical management. Nat Rev Endocrinol. 2021;17(1):11-30. doi: 10.1038/s41574-020-00435-4

Gupta S, Mitra A. Challenge of post-COVID era: management of cardiovascular complications in asymptomatic carriers of SARS-CoV-2. Heart Fail Rev. 2021;1-11. doi: 10.1007/s10741-021-10076-y.

Cagnin A, Di Lorenzo R, Marra C, Bonanni L, Cupidi C, Laganà V, et al. Behavioral and psychological effects of coronavirus disease-19 quarantine in patients with dementia. Front Psychiatry. 2020;11:578015. doi: 10.3389/fpsyt.2020.578015

Kwok S, Adam S, Ho JH, Iqbal Z, Turkington P, Razvi S, et al. Obesity: a critical risk factor in the COVID‐19 pandemic. Clin Obes. 2020;10(6):e12403. doi: 10.1111/cob.12403.

Gerotziafas GT, Catalano M, Colgan M-P, Pecsvarady Z, Wautrecht JC, Fazeli B, et al. Guidance for the Management of Patients with Vascular Disease or Cardiovascular Risk Factors and COVID-19: Position Paper from VAS-European Independent Foundation in Angiology/Vascular Medicine. Thromb Haemost. 2020;120(12):1597-1628. doi: 10.1055/s-0040-1715798

Huang C, Wang Y, Li X, Ren L, Zhao J, Hu Y, et al. Clinical features of patients infected with 2019 novel coronavirus in Wuhan, China. Lancet. 2020;395(10223):497-506. doi: 10.1016/S0140-6736(20)30183-5.

Pfister F, Vonbrunn E, Ries T, Jäck H-M, Überla K, Lochnit G, et al. Complement Activation in Kidneys of Patients With COVID-19. Front Immunol. 2021;11:594849. doi: 10.3389/fimmu.2020.594849.

Minas Gerais. Secretaria de Estado de Saúde. Plano de Contingência Operativo para Infecção Humana pelo SARS COV-2 (doença pelo Coronavírus – COVID-19) da Macrorregião Oeste. Versão 2.0. 2020. Disponível em: https://coronavirus.saude.mg.gov.br/images/anexos/plano-contingencia/30-07_Plano-de-Contingencia_Oeste.pdf

Publicado

2021-12-10

Como Citar

Desiderio, V. L., Fabio, V., Carnio, E. C., Godoy, S. de, Silva, H. B., & Marchi-Alves, L. M. (2021). Variáveis associadas ao desfecho clínico de pacientes hospitalizados por COVID-19. Revista De Medicina, 100(5), 431-441. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i5p431-441

Edição

Seção

Artigos/Articles