Manifestações clínicas e análise histopatológica pulmonar relacionadas a diferentes doenças em pacientes com tromboembolismo pulmonar fatal – um estudo em autópsias

Autores

  • Aline Domingos Pinto Ruppert Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Marcella Soares Pincelli Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Heli Samuel Pinto Souza Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Fernando José Bigaton Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Alexandre de Matos Soeiro Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Instituto do Coração
  • Vera Luiza Capelozzi Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Patologia
  • Carlos V. Serrano Jr Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Instituto do Coração

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v91i2p69-82

Palavras-chave:

Embolia pulmonar, Edema pulmonar, Insuficiência respiratória, Embolia pulmonar/patologia, Pneumopatias/patologia

Resumo

Introdução: Tromboembolismo pulmonar (TEP) é uma das mais graves complicações dentre pacientes hospitalizados e permanece subdiagnosticado. Ainda hoje, sua fisiopatologia não está completamente elucidada. Objetivos: Correlacionar comorbidades, neoplasias, cirurgias e achados histológicos às manifestações clínicas associadas ao TEP. Métodos: Entre 2001 a 2008, foram revisadas 291 autópsias de pacientes cuja causa de morte foi TEP. Os seguintes dados foram obtidos: idade, sexo, manifestações clínicas, achados histológicos e principais doenças de base/comorbidades, neoplasias e cirurgias da última internação. Os achados histológicos foram categorizados em: dano alveolar difuso (DAD), edema agudo de pulmão (EAP), hemorragia intra-alveolar (HIA) e pneumonia intersticial linfo-plasmocítica (PILP). Odds ratios foram obtidas por regressão logística e foram consideradassignificativas quando p < 0,05. Resultados: A mediana de idade foi 64 anos. Cerca de 64% dos pacientes apresentava doenças cardiovasculares.O achado pulmonar mais prevalente foi EAP. Apenas 13% dos casos apresentaram suspeita clínica. Insuficiência respiratória esteve associada a EAP, HIA e DAD; assim como instabilidade hemodinâmica a HIA e DAD. Conclusões:Foram encontradas importantes associações entre achados clínicos e histológicos em pacientes com TEP. A compreensão dos mecanismos fisiopatológicos envolvidos com cada doença associada a TEP pode auxiliar no diagnóstico e no tratamento da doença.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Domingos Pinto Ruppert, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina

Acadêmicos de Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Marcella Soares Pincelli, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina

Acadêmicos de Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Heli Samuel Pinto Souza, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina

Acadêmicos de Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Fernando José Bigaton, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina

Acadêmicos de Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Alexandre de Matos Soeiro, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Instituto do Coração

Orientador, Médico, residência em Clínica Médica e Cardiologia, Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Vera Luiza Capelozzi, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Patologia

Orientadora, Professora Livre-docente do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Carlos V. Serrano Jr, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Instituto do Coração

Orientador, Médico, Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2012-06-18

Como Citar

Ruppert, A. D. P., Pincelli, M. S., Souza, H. S. P., Bigaton, F. J., Soeiro, A. de M., Capelozzi, V. L., & Serrano Jr, C. V. (2012). Manifestações clínicas e análise histopatológica pulmonar relacionadas a diferentes doenças em pacientes com tromboembolismo pulmonar fatal – um estudo em autópsias. Revista De Medicina, 91(2), 69-82. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v91i2p69-82

Edição

Seção

Artigos